Sábado, 24 de Julho de 2021
REPAROS

'Não vai ficar do jeito que gostaríamos', diz Rotta sobre viaduto do Manoa

Obra inaugurada às pressas por Arthur Neto, durante noite do último dia de mandato, passa por reparação de erros no projeto



cd5f1399-a534-466b-b1a4-5caf37387de7_7D1D57E0-42B9-4EBB-8C99-99AEA36C16FE.jpg Foto: Phil Limma
15/03/2021 às 14:32

Os reparos na estrutura do complexo viário Professora Isabel Victória, na avenida Max Teixeira, em frente à entrada do conjunto Manoa, na zona Norte, retomadas nesta segunda-feira (15), devem corrigir erros no projeto da obra, no entanto, segundo o vice-prefeito e secretário de obras (Seminf), Marcos Rotta (DEM), que não detalhou quais defeitos permanecerão, a condição do viaduto “não vai ficar do jeito que a gente gostaria”.

Inaugurado às pressas ainda na noite do último dia de mandato do ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), chegou a ser interditado horas depois por uma equipe do ainda prefeito eleito, David Almeida (Avante). Conforme Rotta, a conclusão da obra de reparo será dentro de 60 dias. 



Marcos Rotta disse que a intenção da Prefeitura ao chamar o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CRE-AM) era de se "acautelar" e ao mesmo tempo desenvolver um parecer técnico “apartidário” sobre as condições do viaduto. 

O prefeito David Almeida que deu uma entrevista coletiva ao lado de Rotta, no viaduto, confirmou que os reparos realizados no complexo viário não representarão novos custos para os cofres da prefeitura, uma vez que o consórcio que toca a obra, formado pelas empresas J Nasser Engenharia Ltda. e Construtora Soma Ltda, fará a reforma com os "recursos que eles já receberam”. 

A construção do complexo viário Isabel Victoria, no Manoa, teve início em setembro de 2019, e foi anunciada com custo total de R$ 47,1 milhões, segundo a prefeitura. O CRE-AM apontou em relatório entregue a David Almeida, no dia 3 deste mês, uma série de falhas de infraestrutura na obra. 

Ainda segundo Rotta existem outras obras entregues pela gestão anterior tucana que precisarão de um acompanhamento similar da Prefeitura. Ele manifestou interesse em estender a parceria técnica do CRE-AM para outras obras da cidade.

“O prefeito criou, inclusive, uma comissão especial para acompanhamento destas obras, temos problema no velódromo, no viaduto, numa tubulação de gás na Constantino Nery, temos nas creches, nos campos de futebol. Temos uma série de problemas que vamos enfrentar”, afirmou. 

David ressaltou que a reforma no viaduto do Manoa não foi motivada por questão política e que não tem o interesse de atacar as obras realizadas por Arthur Neto. Aproveitou para destacar obras entregues pela gestão passada.

“Destaco algumas obras da gestão anterior, como as UBSs de nível três, escolas infantis, temos ali o CCC (Centro de Controle da Cidade), e ele (Arthur) reclama que só falamos das coisas ruins, não, estamos falando das coisas boas, só que como gestor cabe a mim constatar se as obras estão dentro do padrão de engenharia", finalizou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.