Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
SOLIDARIEDADE

Natal: voluntários presenteiam crianças internadas em hospitais públicos de Manaus

Além de brinquedos, o grupo de voluntários espíritas levou amor e carinho para quem mais precisa



HOSPITAL-VOLUNTARIOS-NATAL_BEB2B1DF-1D1A-46D3-8F99-92598EFCE2BE.JPG Foto: Euzivaldo Queiroz
25/12/2018 às 20:27

Levar um presente, um gesto, um carinho e uma palavra de consolo às crianças que passaram a noite de Natal no hospital. Assim fez um grupo de voluntários espíritas na manhã desta terça-feira (25), no Hospital Infantil Doutor Fajardo, localizado na avenida Joaquim Nabuco, no Centro de Manaus. Aproximadamente 15 crianças (e seus acompanhantes) receberam presentes e ouviram a história do nascimento do menino Jesus. O grupo também visitou outros hospitais públicos como o da Zona Norte e o Instituto de Saúde da Criança do Amazonas (Icam), na Cachoeirinha, na Zona Sul.

“Nosso objetivo maior é levar uma mensagem de consolo e do amor de Jesus às pessoas que estão enfrentando alguma dificuldade neste Natal e  assim colocar a caridade em prática. É exercitar a empatia, a compaixão, de se colocar no lugar do outro. É isso que nos motiva”, disse uma das coordenadoras, Aline Martins, que todos os anos participa da ação com o esposo, Oseas Martins, e os três filhos.

"Participo desta ação solidária praticamente desde quando surgiu,  20 anos atrás, e de lá pra cá não faltam histórias pra contar. Cada ala hospitalar visitada é uma experiência rica. Não tem como não se emocionar com as histórias de luta e de superação”, afirmou ela, enquanto coordenava o grupo de voluntários no corredor do hospital.

Fazer o bem ao próximo é uma forma de impactar positivamente a própria vida. A assistente administrativa Lilian Gato, que participa de atividades solidárias do tipo há 10 anos, sabe muito bem como é. “Sinto gratidão de fazer parte dessa missão de compartilhar com as pessoas o quanto Jesus é nosso amigo e protetor. Quando participo de ações como essa me sinto mais viva e empenhada em me tornar uma pessoa melhor”.

O brilho no olhar das crianças que recebiam os presentes e ouviam a história do nascimento de Cristo acompanhada de músicas natalinas tocadas no cavaquinho é a prova definitiva do quanto  ações como essa fazem a diferença. Que o diga a dona de casa Gracinilda Lopes, que pela primeira vez teve que passar o Natal longe da família para cuidar do pequeno Juan, de sete meses, que está internado há dois dias por conta de uma pneumonia.

“É o primeiro Natal que passo longe dos meus outros filhos, mas fiquei muito feliz em receber a visita de pessoas cheias de Deus no coração. Isso fortalece a gente”, falou, não segurando as lágrimas.

Mobilizados

Cerca 150 voluntários de diversas profissões e que frequentam dez casas espíritas de Manaus se dividiram em três grupos para realizar a atividade solidária de Natal durante todo o dia de ontem. A estimativa do grupo era alcançar 550 pessoas que estejam passando por dificuldades diversas, seja problemas de saúde, falta de moradia, distância da família, entre outros.

Voluntários visitaram abrigos e asilos

Os grupos visitaram não somente os hospitais públicos infantis, mas também asilos, abrigos e praças onde vivem pessoas em situação de rua e mulheres que trabalham na noite. “O Natal de rua é uma das atividades que mais entusiasma e envolve os voluntários. Ficamos felizes de doar um pouco do nosso tempo e receber de volta tanto carinho e gratidão”, avaliou o coordenador do projeto, César Borges.

Os centros espíritas envolvidos nas atividades são Pão Nosso, Eurípides Barsanuflo, Sementeira de Luz (Colônia Santo Antônio), Centro Espírita João Evangelista (Bairro da União). Também colaboraram os Postos de Assistência Espírita Leonardo Malcher, Nympho de Paula Correa, Guillon Ribeiro, Caminho de Luz, Wantuil de Freitas e Bittencourt Sampaio.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.