Quarta-feira, 15 de Julho de 2020
EX-PRIMEIRA-DAMA

Nejmi Aziz deixa CDPF após cumprir restante de prisão temporária

A informação sobre a saída de Nejmi da prisão foi confirmada na manhã de hoje pelos advogados de defesa dela. Ela já se encontra em casa



aagorinha_nejmi_4516DA99-150D-488D-B6A6-A940C3AF1FD2.JPG Foto: Reprodução Internet
02/08/2019 às 08:44

A ex-primeira-dama do Amazonas, Nejmi Aziz, deixou o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), na madrugada desta sexta-feira (2), em Manaus, após cumprir restante de dias da prisão temporária. Ela é um dos alvos da quinta fase da Operação Maus Caminhos, que investiga a prática de crimes de corrupção passiva, lavagem de capitais e existência de uma organização criminosa que desviou recursos milionários da Saúde.

A informação sobre a saída de Nejmi da prisão, localizada no quilômetro 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista) foi confirmada pela defesa da ex-primeira-dama na manhã de hoje e pela assessoria de imprensa da Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas (Seap). Segundo o grupo de advogados, o prazo da prisão temporária se encerrou à meia-noite desta sexta e a esposa do senador Omar Aziz já se encontra em casa.



Nejmi voltou a ser presa na última quarta-feira (31), após o juiz federal titular da 2ª Vara Federal, Marllon Souza, fazer cumprir a determinação da 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) que derrubou a liminar, que concedia habeas corpus à ex-primeira-dama, e determinou o seu retorno à cadeia. Nesta quinta-feira (1°), o cunhado de Nejmi, Amin Aziz, também foi preso novamente por, segundo a Polícia Federal, se desfazer, com a ajuda de outro indivíduo, de objetos de sua residência, ao ter conhecimento prévio da fase ostensiva da Operação Vertex.

Segundo documento que a reportagem teve acesso, Nejmi Aziz precisava cumprir sua prisão temporária - decretada no dia 19 de julho - pelo prazo restante de dois dias.

Primeira prisão

Nejmi foi presa por ser alvo de uma nova fase da operação Maus Caminhos. Dois dias depois, a ex-primeira-dama do Amazonas deixou o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), após a desembargadora Maria do Carmo Cardoso, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), acolher parcialmente o pedido dos advogados de defesa, entendendo que “não se admite a prisão temporária sem que tenha sido apresentada fundamentação que revele a imprescindibilidade da cautelar para as investigações criminais”. 

Ex-primeira-dama

Em 2018, a ex-primeira-dama e o marido foram citados por uma delatora na investigação da Operação Maus Caminhos. Omar negou parentesco com Mouhamad Moustafa, principal alvo da primeira fase da operação ocorrida em novembro de 2016. Na ocasião, nenhum dois chegou a ser preso.

News amanda00 fbdf33e9 57d8 4f3d 9b50 fe9771f08596
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.