Domingo, 21 de Julho de 2019
Manaus

No AM, pré-candidatos correm para encontrar partidos

Fila dos que buscam uma legenda é liberada pelo vice-governador do Estado, José Melo, pré-candidato em 2014



1.jpg A saída do vice-governador José Melo do PMDB aconteceu no dia 23 de agosto de 2013
14/09/2013 às 15:35

Sem partido ou condições políticas para continuar onde estão, pelo menos seis políticos com mandato no Governo, na Câmara Federal, Assembleia Legislativa (ALE-AM) e Câmara Municipal de Manaus (CMM) têm 20 dias, a partir deste domingo (15), para encontrar um nova sigla que os abriguem a tempo de disputar as eleições de 2014.

Puxa a fila dos sem partido para 2014 o vice-governador do Amazonas, José Melo. Sem espaço no PMDB, do senador Eduardo Braga, Melo, que é pré-candidato ao Governo do Estado, deixou a sigla no dia 23 de agosto. Desde lá, corre para recriar o Partido Liberal (PL). Se o plano falhar, ele vai buscar abrigo em uma legenda já criada. Pode ser o PSD, do governador Omar Aziz, pré-candidato ao Senado.

A Justiça Eleitoral determina que todos os partidos que desejarem participar das eleições devem ter obtido o registro de seus estatutos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o dia 5 de outubro, um ano antes das eleições. Até o dia 5 também, os futuros candidatos de 2014 devem estar filiados em um partido.

Leia mais na edição do Jornal A Crítica deste domingo (15)



Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.