Publicidade
Manaus
Praça Nossa Senhora de Nazaré

Nova intervenção na praça Nossa Senhora de Nazaré, em Manaus

Espaço público que acabou de ser inaugurado sofrerá nova intervenção para se adequar às necessidades de cadeirantes 11/09/2013 às 07:43
Show 1
Usuários do transporte coletivo dizem ter dificuldades para passar pelo local
Jéssica Vasconcelos Manaus

Entregue à população no último dia 6, a nova praça Nossa Senhora de Nazaré, localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul, já apresenta problemas e vai passar por reparos novamente.

Duas rampas de acesso feitas para cadeirantes estão localizadas próximo a um poste de iluminação. O cadeirante que conseguir subir a rampa para chegar até o ponto de ônibus vai precisar dar a volta nos bancos da praça para poder acessar o ponto de espera pelo coletivo.

Até mesmo para quem caminha, a dificuldade é grande para passar entre o poste e o canteiro  de plantas da praça. No espaço entre o canteiro e o poste é praticamente impossível a passagem de uma pessoa a pé.

Segundo a estudante Carmem Pereira, 29, é preciso caminhar um pouco mais para chegar até o ponto, pois é perigoso andar pelo recuo, onde os ônibus param. “Se para mim já é difícil, imagina para quem é deficiente fisico. Eu prefiro dar a volta do que andar onde os ônibus param, é menos perigoso”, declarou a estudante.

Antes, os ônibus se enfileiravam na avenida Mário Ypiranga Monteiro, ao lado de uma instituição de ensino, causando grandes congestionamentos em horários de pico e perigo para quem depende de ônibus.

Se para alguns a transferência do ponto de ônibus de local  trouxe algumas dificuldades,  para outros a mudança representou  muitos benefícios, como a sombra das árvores da praça que agora amenizam o calor de quem espera pelo transporte.

Para o vigilante Silvio Souza, 48, que normalmente espera pelo transporte durante a tarde, a mudança do ponto de ônibus ajudou muito a suportar o calor. “Aqui eu posso sentar e sentir o vento enquanto espero, aproveito para descansar do dia a dia do trabalho”, declarou o vigilante.

Além do recuo para o transporte coletivo, a praça também foi revitalizada, ganhando nova iluminação, estacionamento para 17 veículos no entorno, nova pintura do piso e recuperação de bancos e canteiros.

A assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), informou que já solicitou a retirada do poste da Amazonas Energia mas, até o momento, ainda não foi atendida. O órgão disse que até o fim da semana deve iniciar uma obra de intervenção na praça para diminuir o canteiro central e assim ser possível passar uma cadeira de rodas.

Conjunto de obras

As baias para ônibus fazem parte de um conjunto de obras relacionadas à recuperação do sistema de transporte público. Ele prevê reformas dos terminais de ônibus, das plataformas que irão fazer parte do sistema Bus Rapid System (BRS) e a instalação de 100 novos abrigos, que devem iniciar ainda este semestre.

De acordo com a secretaria de comunicação da prefeitura (Semcom), as baias estão sendo colocadas em pontos críticos da cidade, a partir de estudos realizados pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e da Superintendência Municipal de Transporte Urbano (SMTU).

Publicidade
Publicidade