Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
RECORRENTE

Nova invasão toma conta de área de proteção ambiental no Tarumã

Fiscalização já havia passado pelo local na última sexta-feira e retirado mais de 20 armações; no entanto, neste domingo, pelo menos 15 barracos estavam erguidos



JR_CLJ115_4B47FEA0-3DBF-4043-B6AE-2BE75E64A428.JPG (Foto: Jander Robson)
29/04/2019 às 06:00

Vários barracos foram identificados em uma área verde em frente ao Balneário do Ceará, no bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus, no final da tarde deste domingo. O local, próximo invasão  Cidades das Luzes, foi ocupado por moradores recentemente, conforme denúncias.  

Na área, a reportagem de A CRÍTICA constatou várias  pessoas  nos barracos já erguidos, como se estivessem demarcando território. Esses casebres, por enquanto, estão sendo construídos com pedaços de madeira, lona e telhas. Há também a informação de que a vegetação do local está sendo suprimida pelos invasores. 

Na  última sexta-feira, policiais do Batalhão de Policiamento Ambiental e 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), além de fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), receberam a denúncia e  estiveram no local para realizaram a retirada dos invasores.  No mesmo dia, mais de 20 armações irregulares foram retiradas do terreno. No entanto, a ação não foi suficiente, visto que já no dia de seguinte os invasores voltaram ao local e seguem erguendo barracos.

 Área particular 
 
O terreno  invadido, segundo a Semmas, é uma propriedade particular, localizada na Área de Proteção Ambiental (APA) Tarumã. Segundo os fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, os invasores estavam começando a demarcar os lotes em área de preservação, às margens de um igarapé que deságua no igarapé do Tarumã. Porém, mesmo depois ação dos fiscais, os  ocupantes  voltaram ao local. 

 Reunião
O diretor de Fiscalização da Semmas, Eneas Gonçalves, alertou para a gravidade da situação e assegurou que convocará uma reunião dos órgãos de controle e segurança no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), para tratar da questão.

 Denúncias
 De janeiro a dezembro do ano passado, a Semmas recebeu  890 denúncias de invasões. 
 

Receba Novidades

* campo obrigatório
News karol 5249a044 89f6 4d99 98db 77f68d4ef8e4
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.