Publicidade
Manaus
TRÂNSITO

'Lei do Farol Baixo' ainda gera confusão entre motoristas, que cobram mais divulgação

Condutores reclamam que legislação federal, que vigora desde o último dia 8 em todo o território nacional, deveria ser melhor explicada 27/07/2016 às 08:35 - Atualizado em 27/07/2016 às 08:36
Show farolbaixo
Motoristas estão mais conscientes, mas cobram mais campanhas de divulgação da lei federal do 'Farol Baixo' / Fotos: Euzivaldo Queiroz
Paulo André Nunes Manaus (AM)

Em vigor desde o último dia 8, a Lei do Farol Baixo (Lei Federal nº 13.290/2016), ainda gera confusão na cabeça de boa parte dos motoristas do Estado. Na última terça-feira (26), alguns deles adentravam o posto de fiscalização da AM-010 (Manaus-Itacoatiara), por exemplo, erroneamente com a iluminação média desligada, deixando para acioná-la após a passagem por aquele local monitorado pelo Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (Batran).

Segundo a legislação atual, o motorista deve estar atento e usar o farol baixo a partir do posto na AM-010, BR-174, a partir da Ponte Rio Negro que dá acesso à AM-070 e na BR-319, inclusive no trecho urbano, isto é, por toda a avenida Ministro João G. de Souza, que inicia na Bola da Suframa, na Zona Leste da capital.

Ontem, na “Barreira da AM-010”, o empresário Alexandre Lauria cobrava mais divulgação da lei: ele deixou para acender o farol médio do seu veículo já próximo à saída do posto de fiscalização, sendo orientado pelo PM de trânsito a ligá-lo. “Eu comos sabia que iria entrar na barreira estava me preparando para ligar o farol. Só que eu fui informado que tinha que ligar antes da barreira. Na minha comncepção eu tenho que ligar o farol depois da barreira em diante. Fui parado pelo oficial da PM, que pediu meus documentos e eu estou indignado com isso pois falta informação. Órgãos como o Detran deveriam informar direito, fazer uma melhor campanha de divulgação da lei, apesar que eu também ache que a área urbana está muito além deste ponto, se estendendo por mais de 1000 metros daqui”, disse ele.

Outros motoristas, como Leandro Mattos, que conduz o caminhão de uma transportadora, aparentavam desconhecer a diferença entre o farolete e o farol médio. “Estou com a luz média ligada, sim”, respondeu ele, levando um sinal de reprovação de um dos policiais do Batalhão de Trânsito da PM no posto da AM-010 (Manaus-Itacoatiara).

Detran

Questionada se o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) vai reforçar suas campanhas de divulgação da lei, a assessoria do órgão informou que foi intensificada a divulgação da legislação uma semana antes da cobrança, bem como realizadas blitzes educativas no primeiro final de semana em que ela esteve em vigor. “Estamos com spot no rádio e placas eletrônicas nos trechos onde iniciam as cobranças, e fora o aumento do número de placas não temos mais nada planejado”, comunicou o departamento.

Em números

Ao todo, 456 é a quantidade de infrações registradas pela Polícia Rodoviária Federal desde o último dia 8, quando entrou em vigor a Lei. O número é relativo a ocorrências nas rodovias federais BRs 174 (Manaus-Boa Vista) e 319 (Manaus-Porto Velho), de competência de fiscalização da PRF. As informações são do Núcleo de Comunicação da instituição.

Publicidade
Publicidade