Publicidade
Manaus
Manaus

Nove escolas de samba de Manaus têm verba liberada para Carnaval

As demais escolas do grupos da capital  estão em processo de tramitação 11/02/2015 às 11:31
Show 1
São 24 Escolas de Samba de Manaus que foram credenciadas a receberem a verba do Carnaval 2015, pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura
acritica.com ---

A Aparecida, do Grupo Especial; Império da Kamélia, Beija-Flor do Norte, Primos da Ilha e Império do Havaí, do Grupo de Acesso A; Vila da Barra e Unidos da Cidade Nova, do Grupo de Acesso B e Império do Mauá e Legião do Bambas, do Grupo de Acesso C, já tiveram seus processos empenhados e liquidados.

Quanto às outras oito Escolas de Samba, sendo Vitória Régia (do Grupo Especial); Dragões do Império, Acadêmicos da Cidade Alta e Unidos do Coophasa, do Grupo de Acesso A; Meninos Levados e Mocidade Independente da Raiz, do Grupo de Acesso B e Leões do Barão Açu e Gaviões do Parque Dez, do Grupo de Acesso C, os documentos chegaram da Comissão Geral de Licitação nesta terça-feira, dia 10, à Secretaria de Estado da Cultura, que dará prosseguimento na tramitação dos documentos para o empenho do pagamento.

Já as Escolas de Samba A Grande Família, Alvorada, Sem Compromisso, Balaku-Blaku e Andanças de Ciganos, todas do Grupo Especial, estão com o processo na contabilidade, com pendências ainda em documentações.

No entanto, a situação das Escolas de Samba Coroado e Reino Unido da Liberdade é mais preocupante, uma vez que nenhuma das duas deu ainda entrada com os documentos necessários ao trâmite da liberação de verba.

De acordo com o titular da pasta de Cultura, Robério Braga, o Governo, por meio da Secretaria, tem colocado sua equipe trabalhando dia e noite para resolver os processos de documentação das Escolas de Samba de Manaus para que as mesmas tenham o patrocínio do Governo liberado. “Nosso objetivo é que o processo ocorra da melhor forma possível e que tenhamos um grande Carnaval. Lamentamos que as Escolas sempre deixem esse processo de prestar contas para a última hora”, disse.

Para o governador do Amazonas, José Melo, o Carnaval do Amazonas tem tudo para surpreender como uma grande festa. “Temos história e o Governo entende que é a mais autêntica cultura popular”, declarou.

Patrocínio

São 24 Escolas de Samba de Manaus que foram credenciadas a receberem a verba do Carnaval 2015, pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura. O resultado já está publicado no Diário Oficial do Estado e postado no site www.editaisculturamazonas.com.

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Presidente Vargas, do grupo de acesso B, foi o único que não efetuou sua inscrição do edital de credenciamento de patrocínio e do Grêmio Recreativo Escola de Samba Ipixuna, também do grupo de acesso B, não pode ser credenciado, por violar os itens “C” e “G” do capítulo IV do Edital de Credenciamento.Os itens citados falam, respectivamente, da “comprovação de inscrição no CNPJ, há pelo menos 3 anos atualizado, emitida pelo site da Receita Federal e declaração de participação no desfile oficial nos últimos 3 (três) anos” e, do caso que, “se filiada a entidade representativa de grupos ou escolas de samba, deve comprovar não ter dado causa a inadimplência em relação a convênios ou contratos com órgãos públicos no âmbito federal, estadual ou municipal”.

O patrocínio do Governo do Amazonas será distribuído da seguinte forma: R$ 264.113,00 para cada escola do Grupo Especial; R$ 124.156,00 para cada escola do Grupo de Acesso A; R$ 62.078,00 para cada escola do Grupo de Acesso B, e R$ 22.574,00 para cada escola do Grupo de Acesso C.

Este ano, assim como nos demais, regulamento, jurados e ordem de apresentação ficam por conta das próprias escolas de samba.

A cota de patrocínio financeiro do Governo do Estado é direcionado ao desfile oficial do Carnaval 2015, que acontecerá no Sambódromo nos dias 12 a 14 de fevereiro.

Publicidade
Publicidade