Publicidade
Manaus
Homicídios

Nove pessoas foram assassinadas em Manaus neste final de semana

Parte dos casos tinha características de execução, onde as vítimas foram encontradas com pés ou mãos amarrados 22/08/2016 às 11:57
Show 273736
Entre os crimes há um duplo homicídio no bairro N. S. de Fátima, Zona Norte (Foto: Bruno Kelly/Arquivo)
Vinicius Leal Manaus (AM)

Nove homicídios ocorreram na cidade de Manaus neste final de semana, desde as 18h de sexta-feira, dia 19, até a meia-noite de ontem, domingo, dia 21. Parte dos casos tinha características de execução, onde as vítimas foram encontradas mortas com pés ou mãos amarrados. Entre os crimes há um duplo homicídio no bairro N. S. de Fátima, Zona Norte.

A sexta (19) foi o dia em mais pessoas foram assassinadas, ao todo cinco vítimas. Os dois primeiros casos aconteceram ao mesmo tempo: às 19h. Um na rua Miranda Leão, no Centro, Zona Sul, onde a vítima Ernildo Ronigles Almeida Ramos, 33, foi espancado, esfaqueado e depois teve o corpo jogado no rio. Até esta segunda-feira o autor ainda era desconhecido.

Também às 19h de sexta-feira foi assassinado Ivanildo Damasceno Pereira, 37, no ramal da Vivenda Verde, bairro Tarumã, Zona Oeste, ao lado da fábrica de Colchões. Segundo a polícia, a vítima estava na casa de parentes quando infratores invadiram a residência e atiraram várias vezes contra Ivanildo, que ainda teve as mãos e os pés amarrados. Na fuga, os assassinos ainda roubaram um carro do local.

Ainda na noite de sexta, o duplo homicídio: Mateus de Marcelano Alves Simão, 19, e Antônio Eudes Nascimento de Oliveiras, 36, foram encontrados mortos em frente a uma residência na rua Coqueiral, bairro N. S. de Fátima, Zona Norte, com lesões por arma de fogo. Segundo a polícia, as vítimas estavam com as mãos amarradas para trás e ainda sinais de tortura.

Às 21h30 de sexta foi assassinado Daniel Batista dos Santos, 23, na rua Quinze de Março, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste. A vítima foi morta por arma de fogo. Segundo informações de familiares, o crime pode estar relacionado à invasão de terras. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Sábado e domingo

No sábado houve apenas um homicídio. João Carlos da Costa Carneiro, de 21 anos, foi morto às 20h47 quando ia à padaria, na av. Doutor Teomário Pinto da Costa, bairro Dom Pedro I, Zona Centro-Sul. Segundo a polícia, a vítima foi atingida por tiros nas costas em via pública e levada ao Hospital SPA do Alvorada. Conforme familiares, o autor dos disparos é um antigo rival de João Carlos, identificado como “Danielzinho”, que morava próximo a casa da vítima.

Já no domingo mais quatro homicídios foram registrados. O primeiro à 00h30 na rua Mandigau, bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte: Angelo Mendonça da Silva, 29, foi morto por arma de fogo em via pública. Ele foi levado ao Hospital SPA do Galileia, mas não resistiu.

Na manhã de domingo foi a óbito Jailson Miranda da Silva, 31. Ele estava no Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo após ter sido esfaqueado no tórax dentro de um bar na av. Camapuã, bairro Cidade Nova, Zona Norte, noite anterior, sábado. Segundo familiares, ele estava em casa quando foi convidado para festejar no bar com um amigo a vitória da seleção brasileira de futebol masculino nas Olimpíadas.

Na tarde de domingo, às 15h30, foi encontrado um cadáver do sexo masculino, ainda não identificado dentro, em uma área de mata do bairro Tarumã, próximo à avenida do Turismo, na Zona Oeste. Segundo a polícia, um grupo de meninos brincava de soltar pipa quando encontraram o cadáver em estado de putrefação, com sinais de tortura e com os dedos das mãos arrancados.

O último homicídio do final de semana aconteceu às 20h50 na rua Francisco Orellana, bairro Dom Pedro, Zona Centro-Sul. Sebastião Ferreira Mendes Junior, 21, foi morto por arma de fogo no interior da casa dele. O suspeito do crime foi identificado apenas como “Jegue”. Todos os casos serão investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Publicidade
Publicidade