Publicidade
Manaus
PACIENTES RENAIS

Novo Centro de Hemodiálise é inaugurado no Hospital Adriano Jorge, em Manaus

Um total de 300 pacientes renais crônicos começou a ser atendido logo na inauguração. Foram investidos R$ 5 milhões no novo centro 31/07/2017 às 14:47
Show cfb2f0d7 f4d2 4e91 8f34 ce15f0a38f8f
Foto: Gilson Mello
Paulo André Nunes Manaus (AM)

Um total de 300 pacientes renais crônicos começou a ser atendido na manhã desta segunda-feira (31), em Manaus, no novo Centro de Hemodiálise Francisco de Assis Farias Rodrigues, inaugurado na Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), no bairro Cachoeirinha, na Zona Sul da capital.

A inauguração foi feita pelo governador David Almeida em evento que contou com a presença do secretário estadual de Saúde, Vander Alves, do diretor da Fundação Adriano Jorge, Alexandre Bichara, da presidente da Associação dos Renais Crônicos do Amazonas (Arcam), Renata Carvalho, e de familiares de Francisco Bambolê, falecido há cerca de 3 semanas.

“Estamos felizes, pois essa inauguração representa uma conquista para todos os renais crônicos do Amazonas”, comentou a presidente da Associação dos Renais Crônicos do Amazonas, Renata Carvalho. A entrada e o acesso ao Centro de Hemodiálise é independente do Hospital Adriano Jorge, pela rua Emiliano di Cavalcante (Vila Mamão), logradouro que faz limite ao norte com a FHAJ.

A nova estrutura faz parte de um pacote de investimentos no valor de R$ 21,5 milhões destinados pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) ao setor de Saúde do Estado, para a compra de equipamentos, medicamentos, reformas e ampliação de serviços em várias unidades do Amazonas.

Para a FHAJ, foram investidos R$ 5 milhões, que contemplaram, além do Centro de Hemodinâmica, a renovação de equipamentos médicos em diversas áreas do hospital. Somente para o centro, destinado aos pacientes renais, foram empregados R$ 2,4 milhões em recursos.

As obras de reforma e construção do Centro de Hemodiálise foram viabilizadas pelo FPS com verbas captadas das empresas Recofarma e Pepsi-Cola. Com a inauguração, o Centro de Hemodiálise Deputado Francisco Bambolê, irá contar com 40 equipamentos.

Publicidade
Publicidade