Publicidade
Manaus
Manaus

Novo secretário da Sejus fala sobre medidas rigorosas na cadeia

Delegado federal Wesley Aguiar anunciou adoção de medidas emergenciais para conter rebeliões e privilégios na Vidal Pessoa 11/06/2013 às 08:15
Show 1
Delegado federal Wesley Aguiar é o novo titular da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus)
Joana Queiroz Manaus

O novo titular da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus), Wesley Aguiar, fechou as portas da Cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa para a entrada de garotas de programa nos finais de semana. A medida vai se estender para as outras unidades prisionais onde essa prática vinha acontecendo. Essa foi uma das determinações do novo secretário, que foi empossado na última sexta-feira.

“Vamos retomar o controle e o comando do sistema penitenciário do Estado com algumas medidas que já foram tomadas e outras que ainda serão implantadas”, anunciou o novo secretário.

Wesley Aguiar determinou que a porta principal da cadeia cujo acesso é pela 7 de Setembro fosse fechada para a entrada de visitas que a partir de agora só vão entrar pela garagem. Ele substituiu a guarda externa, que é feita por policiais militares, responsável pelo controle da entrada de pessoas na unidade, e também instaurou procedimento para apurar a responsabilidade da entrada das prostitutas.

Há informações não oficiais de que elas entravam junto com as visitas e chegavam a passar a noite com os detentos. Por cada entrada, os responsáveis recebiam R$ 50, e chegavam a faturar até R$ 3 mil por cada final de semana. A prática era antiga e contava com o apoio de outros funcionários.

Desafio
O secretário disse que aceito ao convite do governador Omar Aziz para a pasta da Sejus tendo plena noção dos problemas que ia ter pela frente, como fugas e rebeliões de presos.

Inicialmente já tomou algumas medidas que não dependem de gastos para mudar algumas situações, segundo ele. Uma das principais medidas foi a criação da Inteligência do sistema prisional, da ouvidoria e a reativação da corregedoria, que vai criar procedimentos com objetivo de evitar fugas.

O novo secretário Wesley Aguiar tem 36 anos, é amazonense, bacharel em Direito pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), delegado da Polícia Federal desde 2003 e já atuou como superintendente municipal de Transportes em Manaus.

Publicidade
Publicidade