Publicidade
Manaus
SAÚDE

Número de tomografias realizadas na rede estadual aumenta 13% em Manaus

Nos cinco primeiros meses de 2018 foram realizados 29.560 exames de tomografia na capital, segundo o Ministério da Saúde 14/07/2018 às 10:20
Show tomografia
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

O número de exames de tomografia realizados nas unidades da rede estadual de saúde, em Manaus, cresceu 13% de janeiro a maio deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Nos cinco primeiros meses de 2018 foram realizados 29.560 exames de tomografia, uma média de 197 procedimentos por dia e 5,9 mil por mês. Os dados são do Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS (SIA/SUS), do Ministério da Saúde.

No mesmo período, em 2017, foram realizadas 26.173 tomografias. Além dos exames efetuados nos prontos-socorros, em pacientes que dão entrada na emergência dos hospitais, o procedimento também é realizado por agendamento, por meio do Sistema de Regulação (Sisreg). Nessa situação, o paciente tem a indicação do exame, mas não é caso de urgência. Ele aguarda em casa a marcação do exame e é avisado da data e local por telefone ou mensagem de SMS.

De acordo com dados do Complexo Regulador do Amazonas, de janeiro a junho já foram realizadas 9.598 tomografias por agendamento. Conforme explica o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, esse é um dos exames em que não há fila de espera no Sisreg. “A oferta do serviço atende plenamente a demanda que temos hoje”, ressaltou.

As unidades da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e clínicas conveniadas que realizam tomografia por agendamento pelo SUS são o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) da Zona Norte, Fundação Hospital Adriano Jorge, HPS Dr Platão Araújo, Hospital Universitário Francisca Mendes, Diagmax, Magscan, Cemed, Hospital Português, Prodimagem, MI Médicos Imagens e Clínica Sensumed.

Os prontos-socorros 28 de Agosto e João Lúcio possuem tomógrafos, mas estão em manutenção, segundo a Susam. De acordo com o órgão, os aparelhos foram recebidos pela administração sem manutenção, e logo pararam de funcionar. A previsão de conclusão do conserto é até a primeira quinzena de agosto, prazo dado pelos técnicos da Siemens, responsáveis pela manutenção dos equipamentos.

A Susam também está providenciando a instalação de um novo aparelho de tomógrafo nos hospitais 28 de Agosto e João Lúcio. Para isso, está realizando adequações físicas e elétricas, nas salas de exame.

“Como se trata de exame que emite radiação, o processo de isolamento (baritagem) da sala não é simples e exige tempo”, afirma a secretária executiva Adjunta de Atenção Especializada da Capital da Susam, Denise Machado.

De acordo com ela, enquanto isso ocorre, os pacientes das duas unidades não estão sem atendimento. “Os que recebem indicação médica para fazer tomografia são removidos em ambulâncias próprias para as unidades mais próximas. Ninguém fica sem atendimento. As unidades de saúde do Estado trabalham em rede, para dar a atenção necessária a todos os pacientes”, ressaltou.

De janeiro a junho deste ano, 4.404 pacientes do 28 de Agosto realizaram exames de tomografia, uma média de 24 por dia. No mesmo período, 10.948 pacientes do Hospital João Lúcio fizeram o exame, o que representa 60,8 por dia.

A jornalista Aldizângela Brito foi uma das pacientes atendidas no 28 de Agosto, que precisou e realizou exame de tomografia, na última quarta-feira (11). Ela conta que, ao receber a indicação do exame, foi informada de que seria removida para fazê-lo em outra unidade, o que de fato aconteceu. “Cheguei ao 28 de Agosto sentindo dores abdominais muito fortes. O médico solicitou a tomografia, eu fiz e deu tudo certo”, relata.

Aldizângela foi removida na ambulância da unidade para fazer o procedimento no Hospital Adriano Jorge e da mesma forma retornou ao 28 de Agosto.

Publicidade
Publicidade