Domingo, 21 de Julho de 2019
Manaus

Obra da Prefeitura de Manaus para criar recuo para transporte coletivo irrita moradores

A reclamação dos moradores foi pela forma “silenciosa” como a Seminf quebrou a ‘Praça da Vila’, localizada na Zona Centro-Sul de Manaus



1.gif Entorno da praça Nossa Senhora de Nazaré quebrado para construção de recuo para ônibus: obra gerou polêmica
08/07/2013 às 07:38

Os moradores do bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul, usaram as redes sociais para reclamar das obras que a Prefeitura de Manaus (PMM) está realizando na Praça Nossa Senhora de Nazaré (a Praça da Villa), localizada entre as ruas Mário Ypiranga Monteiro e Fortaleza. No local, servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) quebraram a calçada da praça para a construção de um recuo para ônibus e um estacionamento para carros.

“A praça não tem culpa do sistema de trânsito caótico que vivemos, não é ela que tem de sofrer mutilações para abrigar carros ou ônibus. É um planejamento absurdo e provavelmente sem consulta a todos os órgãos envolvidos sobre o ‘pensar a cidade’”, comentou Keyce Jhones que publicou as primeiras fotos do trabalho da secretaria na rede social Facebook.

Pelo menos outros cinco recuos semelhantes deverão ser feitos pela Prefeitura nas avenidas André Araújo, Alameda Cosme Ferreira, Max Teixeira, Djalma Batista e Darcy Vargas, a partir desta semana. Na Darcy Vargas, o recuo será construído em frente à Praça do Galvez, no Eldorado.

O questionamento feito pela população à parte da imagem divulgada por Keyce Jhones é quanto à falta de consulta ao povo. O fato foi compartilhada pelos usuários e logo ganhou apoio de moradores de outras zonas.  “Estão acabando com a praça do Adrianópolis”, publicou Nicola Benigni Orlando.

A reclamação dos usuários foi pela forma “silenciosa” como a Seminf tratou as obras desde o início no sábado. “Está sendo feita sem aviso ou consulta pública e está descaracterizando este importante espaço público que durante anos foi depredado, e só depois de algum tempo passou a receber alguns cuidados, principalmente no seu embelezamento paisagístico”, escreveu Keyce Jhones.

Segundo o titular da Seminf, vice-prefeito Hissa Abrahão (PPS), a prefeitura não esperava que a obra gerasse reclamações. “Como é uma obra que temos absoluta convicção que só vai gerar benefício, eu não imaginei que houvesse esse tipo de comentário”, disse o secretário. Hissa Abrahão informou que até o momento as obras na Praça da Villa continua. “O trabalho da prefeitura vai continuar”, disse.

Recuos darão fluidez ao trânsito

O vice-prefeito de Manaus e secretário de Infraestrutura (Seminf), Hissa Abrahão (PPS), defendeu as obras de recuos que foram elaboradas pelo ManausTrans e disse que as obras não gerarão gastos extras porque “tudo é com orçamento da Seminf, obras da administração direta”.

“Nós não contratamos nenhuma empresa para realizar essas pequenas intervenções que, tenho certeza, ajudarão a dar mais agilidade e fluidez ao nosso trânsito. Tudo está sendo feito com pessoal e material da secretaria”, comentou.

Em nota, a assessoria de comunicação da Seminf informou que todos os recuos projetados seguirão o padrão da obra realizada no início do ano na Praça Domingos Russo, na Av. Djalma Batista (onde o recuo abriga até três ônibus) e uma baia na rua Ituxi, no Vieiralves. “A prefeitura pretende com essas obras melhorar o tráfego em determinados pontos, onde ocorre trânsito lento em horários de pico”, diz a nota.

Hissa Abrahão, disse que os projetos contemplarão a revitalização dos locais onde as obras serão realizadas. “Posso garantir às pessoas que vai ficar uma praça muito bonita e revitalizada”, disse. O vice-prefeito não soube informar se na Praça Nossa Senhora de Nazaré houve a retirada de árvores para a construção do recuo.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.