Publicidade
Manaus
INFRAESTRUTURA

Obras de construção da avenida das Flores estão 90% concluídas, diz governo

A expectativa é que a via, seguimento da Avenida das Torres, seja entregue em novembro para ajudar a desafogar o trânsito da Zona Norte da capital 09/08/2018 às 11:32 - Atualizado em 09/08/2018 às 11:33
Show 366666
Foto: Arquivo A Crítica
Nelson Brilhante Manaus (AM)

Falta pouco para conclusão das obras da avenida das Flores, seguimento da avenida das Torres, na Zona Norte de Manaus. Na manhã de ontem (8), uma equipe do Governo do Estado composta pelo secretário estadual de Infraestrutura (Seinfra), Oswaldo Said, o governador Amazonino Mendes e técnicos fiscalizou o andamento dos trabalhos num dos trechos mais importantes: a gigantesca passagem de nível que marca a mudança de nome da grande avenida. 

A estrutura tem cerca de 100 metros de comprimento e cerca de 20 de altura, sustentada por colunas de concreto armado e tendo na base barras de aço, distribuídas a cada dois metros.

A parte mais difícil da obra já foi concluída. A expectativa é que ela seja entregue dentro de quatro meses. “Iniciamos essa parte da obra da trincheira do T3 em fevereiro e atualmente estamos com 90% dela concluída. Vamos aproveitar o verão que está iniciando para terminar ela toda, como parte da compactação do solo e a parte de acabamento da trincheira. Com isso, até o início, nós estamos entregando toda essa obra para a população”, disse Oswaldo Said.

“Eu tenho acompanhado o trabalho de várias obras que estavam paralisadas há mais de três anos em Manaus, em todas as zonas da cidade. Agora, espero que o tempo (verão) ajude para que a gente conclua essa obra lindíssima. De vez em quando, a gente tem o dissabor de encontrar uma obra mal, disso ninguém escapa, mas a gente tem firmeza de estar em cima, fiscalizar, cobrar, do jeito que eu gosto de fazer”, comentou o governador, ao ser questionado.

Quando a avenida estiver entregue 100% ela será uma “válvula de escape” para o trânsito da capital, com tanto carro e pouca pista. A melhoria no fluxo, avaliou Amazonino, será uma grande conquista, mas o asfaltamento também precisará de melhora, ressaltou. “Os buracos também travam o trânsito. Buraco é uma desgraça. Vamos fazer planos, asfaltar ruas inteiras, tapar buracos e dar uma atenção especial ao sistema viário”, disse.
“Estou visitando as zonas porque vou começar a asfaltar a cidade de Manaus e a Região Metropolitana e estou determinado a concluir essas obras todas, da melhor forma possível. Acho que o meu melhor caminho será pedir, e se ele aceitar, ao vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, que conhece toda a essa situação com propriedade. Ele nem sabe, mas estou fazendo esse convite a ele”, disse

Anel Sul com obras aceleradas

Também está em andamento a construção do Anel Viário Sul, situado na avenida José Henrique Bento Rodrigues, no cruzamento com a avenida Torquato Tapajós, AM 010, no Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus. O complexo vai interligar o Distrito Industrial ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e melhorar o tráfego de veículos pesados no perímetro central da cidade. 

“Estamos preparando a alça que vem da avenida Margarita para encaixar na AM-010, a Torquato Tapajós, e do outro lado seria a entrada da AM-010 para encaixar na Margarita. Estamos fazendo a troca de solo, retirando o material imprestável, começando a fazer a o forro de camada imprestável e  de uma camada drenante e lançamento de aterro, para alcançar a grade de pavimentação para vê se a gente conclui essa obra ainda esse ano”, explicou o engenheiro da Seinfra Francisco Oliveira.

Publicidade
Publicidade