Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
publicidade
a254ac58-0336-4055-bd39-849e1211bbc4_E6A69A98-44AD-422D-B50F-91BFE5E4A7FC.jpg
publicidade
publicidade

CARNAVAL

Ocorrências registradas pela SSP durante o Carnaval de Manaus diminuem em 2019

Segundo o órgão, houve redução de 43,8% no número de homicídios, menos 27,6% de roubos e menos 17,4% de furtos. Entretanto, aumentou o quantitativo de motoristas dirigindo embriagados


07/03/2019 às 14:22

O trabalho integrado dos órgãos de segurança pública resultou na redução do número de ocorrências durante o período de Carnaval 2019 em Manaus, conforme dados divulgados hoje (7) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), durante coletiva de imprensa.

De acordo com a SSP-AM, entre a sexta, 1º de março, até a Quarta-feira de Cinzas (6), foram registrados quatro casos de estupro, uma diminuição de 50% ao comparado com os casos do ano passado. Os homicídios foram nove casos, com redução de 43,8%; roubos foram 388 ocorrências, uma queda de 27,6%; e para o crime de furtos foram 436 casos registrados, apresentando 17,4% de redução.

“O Governo do Estado junto com a população está comemorando a diminuição que nós tivemos. Tudo graças ao trabalho preventivo feito antes pela central integrada de fiscalização. O aumento no efetivo da Polícia Civil e Militar, e do Detran, levou a um número expressivo no que tange a estupros, homicídios, furtos e roubos. Quero parabenizar também toda a população de Manaus”, disse o secretário da SSP-AM, coronel Louismar Bonates.

No período de Carnaval, as polícias Militar e Civil efetuaram 110 flagrantes, com 244 adultos detidos e 34 adolescentes apreendidos envolvidos em diversos tipos de ocorrências. Dezessete veículos foram recuperados com restrição de roubo e furto e 40 quilos de entorpecentes, 20 armas de fogo e mais de 140 munições foram apreendidos. Também foram registrados cinco casos de importunação sexual.

Trânsito

No âmbito das fiscalizações de trânsito, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagrou 230 condutores dirigindo sob efeito de álcool durante os dias de Carnaval. O quantitativo apresentou um aumento de mais de 150% em relação ao mesmo período do ano passado quando 92 motoristas foram flagrados infringindo a Lei Seca. Entre quinta (28) e a madrugada de hoje (6), 2.575 pessoas fizeram o teste do bafômetro.

“Esse aumento se deve ao número expressivo de fiscalizações e também de exames realizados. A gente não pode atribuir apenas à população, inclusive, a gente até acredita que a população se conscientizou. Foram mais de 2,5 mil testes realizados, 230 constatações e isso reflete um aumento de 150% no número em relação ao ano passado. A gente acredita que nessa mesma época no ano passado não tenha chegado nem a 90% de exames. Isso significa que aumentou as fiscalizações e esse trabalho deve ser contínuo”, disse o diretor presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá.

Sobre acidente com vítima fatal foi registrado apenas um, diferentemente do ano passado quando foram registradas oito mortes no trânsito. Além disso, 67 pessoas ficaram lesionadas após envolvimento em acidentes de transito, um número que caiu 16,25% quando comparado com 2018, quando 80 pessoas sofreram sequelas. Quanto ao Disk Pileque, a carona que resgata condutores impossibilitados de dirigir, o serviço foi acionado dez vezes.

Efetivo

O efetivo do Sistema de Segurança contou com aproximadamente 1,7 mil servidores, entre policiais civis, militares, bombeiros e agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM). A Polícia Militar contou com um reforço de 800 homens, além do efetivo normal que atua pela cidade.

*Com informações da assessoria de imprensa

publicidade
publicidade
Dificuldade de aprendizagem em crianças é tema de workshop em Manaus
Mulher surda tem parto feito por bombeiro após gasolina de Uber acabar
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.