Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Campanha de doações

ONG de combate ao câncer busca novos colaboradores para ‘Natal Solidário 2016’

Com a campanha “Triplique essa ideia”, eles querem recuperar a receita perdida em função da crise econômica e aumentar o número de doações



54545465464.JPG Em dezembro, a ONG espera ampliar o alcance da campanha
06/12/2016 às 15:16

A Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc), entidade de cunho filantrópico que apoia pacientes oncológicos de baixa renda no Estado, lançou em 2016 a campanha “Triplique essa ideia”, no intuito de recuperar uma parcela de sua receita, perdida em função da crise econômica que assola o País e, consequentemente, o Amazonas.

Em dezembro, a ONG espera ampliar o alcance da campanha, aumentando o número de doações de valores e alimentos não perecíveis, para promover o “Natal solidário”. A ação consiste em levar às famílias de portadores de câncer que necessitam de auxílio, cestas básicas sortidas, colaborando com a confraternização de fim de ano das mesmas, ressaltou a diretora administrativa da instituição, enfermeira Marília Muniz.

Ela destaca que, em 2016, apesar da crise, que resultou em perdas significativas na arrecadação da ONG, a Lacc contou com o apoio e parcerias de doadores e colaboradores importantes. Através deles, o suporte aos pacientes mais necessitados, que dependem da entidade para dar continuidade ao tratamento na capital, foi garantido.

“Contudo, ainda passamos por um momento bastante delicado enquanto entidade, pois a procura por ajuda vem aumentando, enquanto nossa receita está em queda. Por isso, convocamos a sociedade a nos ajudar a ampliar essa rede do bem. Cada doação, independente do valor, tem sua importância, principalmente no contexto social”, frisou.

Ela explica que parte dos pacientes atendidos na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), é oriunda do interior e de estados vizinhos. Alguns deles, quando chegam a Manaus, não têm onde ficar e nem família para dar o suporte necessário.

“Esses fatores, associados ao psicológico, que também é afetado quando se está sozinho lutando contra uma doença como o câncer, podem levar o paciente a desistir da terapia diante das dificuldades. E é aí que entra a Lacc, custeando aluguéis sociais, doando cestas básicas e orientando através de voluntários e profissionais sobre como achar o melhor caminho. Construímos uma sede com capacidade para pelo menos 30 hospedagens, mas precisamos arrecadar mais R$ 100 mil ao mês, para passarmos a receber os usuários”, salientou.

De acordo com ela, para ser um doador, basta fazer um agendamento via call center da Lacc, através dos telefones 2101-4949 e 2101-4900, ou efetivar depósito ou transferência bancária para a conta-corrente 691.017-3, agência 0482-0, CNPJ 044991820001-48, Bradesco. “Estamos fazendo um grande esforço no sentido de atrair novos colaboradores e convidamos a sociedade a conhecer nossa sede, que fica no bairro Dom Pedro. Também estamos em busca de empresas parceiras que possam se solidarizar com a causa e nos ajudar a ampliar nossas ações”, concluiu Marília.

*Com informações da assessoria de comunicação

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.