Publicidade
Manaus
PETS

ONG realiza castração de animais com preço mais barato em clínica da Praça 14

Consulta de preços pode ser feita por telefone; os interessados em castrar os animais de estimação devem se dirigir à clínica onde está acontecendo o atendimento 13/12/2017 às 18:16 - Atualizado em 13/12/2017 às 18:21
Show a  o de castra  o
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

A  “1ª Ação de castração solidária a preço popular” para cães e gatos começou nesta quarta-feira (13), na clínica Vets e Pets, localizada na Rua Duque de Caxias, n. 2135, Praça 14, Zona Sul de Manaus.

No primeiro dia da ação, 50 gatos machos foram castrados e, na próxima sexta-feira (15), 50 fêmeas serão atendidas. Os interessados em castrar as gatas de estimação devem se dirigir à clínica.

Os agendamentos para castração de cães e cadelas podem ser realizados no endereço da clínica Vets e Pets, para que o procedimento cirúrgico no animal possa ocorrer na próxima semana, com dia e horário definidos no momento do atendimento.

De acordo com o Código de Ética do Médico Veterinário, é proibida a divulgação de preços promocionais e formas de pagamento de serviços do gênero em meios de comunicação de massa e redes sociais. Para consultar os valores, o interessado pode ligar para o telefone (92) 98145-1111.

O médico veterinário, Renato Araújo Mota, informou que está participando dessa 1ª ação de castração solidária, e o objetivo é dar oportunidade as pessoas com menor capacidade de renda a ter acesso a campanha de castração de seus animais.

"Nossa ação vem junto ao Conselho de Veterinária, com toda legalização, forma correta, estrutura adequada, seguimos todos os protocolos, pré e pós-cirúrgico, haja vista que a clínica dá todas essas condições para que o procedimento de cirurgia aconteça", explica.

De acordo com o médico veterinário, Jorge Carneiro, a cirurgia de castração leva a um quadro de esterilização do animal e permite o controle reprodutivo desses animais. "Acredito que vai reduzir no futuro as condições de abandonos e sofrimentos desses animais, principalmente os que vivem nas ruas", afirma.

Maria Aparecida Ferreira, que levou seu animal de estimação para a castração, afirmou que devido as dificuldades ao tentar conseguir uma vaga de castração pelo município, ela decidiu levar seu animal para castração na clínica.

"Achei louvável a ação, até porque o gato que eu trouxe, resgatei da rua. Não consegui castração no Centro de Zoonoses, tentei ligar mais de 150 vezes e não consegui. Estou com mais uma gatinha fêmea que eu resgatei por conta própria. Acho que seria bem viável se outras clínicas também abrissem essa oportunidade. Gera um custo, porém, gera um benefício. É um modo de fazer o bem", explica.

A ação é promovida pela Organização Não Governamental de Proteção, Adoção e Tratamento Animal (ONG PATA) em parceria com a vereadora Joana D'arc.

Publicidade
Publicidade