SUSTO

Ônibus da linha 652 tem princípio de incêndio na avenida Grande Circular

Apesar do susto, os passageiros conseguiram desembarcar e as possíveis chamas foram contidas com o uso de extintores de incêndio. Caso aconteceu próximo ao Hospital Platão Araújo

Filipe Távora
04/03/2020 às 14:13.
Atualizado em 10/03/2022 às 10:49

(Foto: Jair Araújo)

“Eu trabalho sempre com medo”. A declaração é da cobradora de ônibus Rosalina Rocha, 60, que testemunhou um princípio de incêndio ocorrido dentro do coletivo da linha 652, em frente ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, situado na avenida Autaz Mirim, bairro Tancredo Neves, Zona Leste da capital, na manhã desta quarta-feira (4).

A cobradora, que trabalha no ramo há 15 anos, afirmou que os motoristas precisam lidar com ônibus em condições ruins. “A gente trabalha contra a vontade”, disse.

Rosalina informou que o veículo vinha do Centro, quando a fumaça começou a sair. O motorista, Raimundo Alves Pereira, 60, estacionou o ônibus ao lado do terminal situado em frente do hospital. Cerca de cinco passageiros saíram do veículo, neste momento.

Segundo Raimundo, que já dirige no transporte coletivo há 40 anos, a causa do princípio de incêndio foi um superaquecimento provocado na estrutura do veículo.

Embora muita fumaça tenha saído da aparelhagem do ônibus, o aparecimento de chamas não foi detectando e Raimundo conseguiu resfriar o veículo.  O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender a ocorrência.

A reportagem de A Crítica entrou em contato com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) e aguarda posicionamento oficial sobre o caso. 

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por