Publicidade
Manaus
DOMÉSTICOS

Operação identifica duas situações de maus-tratos a animais em Manaus

Na primeira situação, um Pit Bull foi encontrado com a corrente da coleira muito curta. Na segunda, a PC identificou um cachorro que não estava sendo alimentado 10/03/2017 às 19:21 - Atualizado em 11/03/2017 às 10:53
Show cachorro
(Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus (AM)

Duas situações de maus-tratos a animais domésticos foram identificadas ao longo da Operação Beethoven, deflagrada na manhã desta sexta-feira (10), pela Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema).

De acordo com o delegado titular da Dema, Samir Freire, as irregularidades foram constatadas em locais distintos da cidade. A primeira situação ocorreu em uma casa na Rua Paul Adam, no bairro Parque Dez de Novembro, na zona Centro-Sul da cidade. No local foi encontrado um Pit Bull preso, com a corrente da coleira muito curta.

Outra irregularidade foi encontrada em uma casa na Rua 13 da Comunidade Monte Sião, bairro Cidade de Deus, Zona Norte da capital. No lugar, os policiais civis acharam um cachorro que não estava sendo alimentado e também notaram a existência de muitas fezes na área onde o animal estava sendo mantido.

“Recebemos algumas denúncias e decidimos deflagrar essa operação com o intuito de averiguarmos as informações. Tínhamos seis alvos e conseguimos constatar irregularidades em dois deles. Visitamos o total de seis residências e encontramos precariedade das condições de moradia e maus-tratos desses animais. O cachorro achado na zona Norte foi levado para a Organização Não Governamental (ONG) ComPaixão, onde irá receber cuidados adequados”, ressaltou Samir Freire.

Representantes da ONG negaram a informação repassada pelo delegado e disseram que  o animal não foi encaminhado a eles.

Conforme o delegado, os responsáveis pelos animais foram identificados e conduzidos ao prédio da Dema, onde assinaram Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs). Eles irão responder em liberdade por crime de maus-tratos.  

Publicidade
Publicidade