Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019
Manaus

Operação Cunhantã: número de vítimas pode aumentar, diz delegado

Até esta quinta (23), a Polícia Federal já tinha identificado 13 vítimas, todas indígenas. Elas foram submetidas a exame de conjunção carnal e o resultado foi positivo



1.jpg Participam da operação 45 policiais federais, que contam com o apoio do Exército Brasileiro para deslocamento até os locais de busca e de cumprimento dos mandados de prisão
24/05/2013 às 11:26

O delegado de Polícia Federal Fábio Pessoa, que está presidindo as investigações que originaram a operação “Cunhantã” e resultaram na prisão de nove pessoas suspeitas de abusar sexualmente de meninas indígenas no Município de São Gabriel da Cachoeira (a 852 km de Manaus),  disse ontem que o número de vítimas e suspeitos pode aumentar bastantre. “Com a prisão dos principais acusados,  acreditamos que as pessoas vão se sentir mais à vontade para denunciar”.

O delegado não sabe quando o inquérito será concluído. Até esta quinta (23), a Polícia Federal já tinha identificado 13 vítimas, todas indígenas. Elas foram submetidas a exame de conjunção carnal e o resultado foi positivo.

Entre os envolvidos estão quatro comerciantes, sendo três da mesma família, um ex-vereador, dois funcionários públicos e duas mulheres, que seriam as supostas aliciadoras das meninas indígenas.

O delegado disse que os suspeitos foram indiciados nos crimes de estupro de vulnerável, corrupção de menores, satisfação de lascívia mediante a presença de criança e adolescente, favorecimento da prostituição de vulnerável, rufianismo, entre outros. Eles estão presos na cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro, onde ficarão por 30 dias à disposição da Justiça.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.