Publicidade
Manaus
'LEI SECA'

Operação fecha 79 bares comercializando bebidas alcoólicas antes das eleições

Maioria dos estabelecimentos ficam localizados na Zona Norte. Delegacias irão funcionar durante todo o domingo. Homem com "santinhos" de candidatos e receituários médicos em Kombi foi levado à Polícia Federal 02/10/2016 às 12:08 - Atualizado em 02/10/2016 às 12:10
Show bares
Bares foram fechados durante operação (Foto: Divulgação)
acrítica.com Manaus (AM)

A Polícia Civil do Amazonas fechou 79 estabelecimentos comerciais comercializando bebidas alcoólicas durante a operação “Lei Seca”, deflagrada na noite de sábado (1) e na madrugada deste domingo (2). A ação foi deflagrada com o objetivo de identificar locais que descumpriam restrições relacionadas à venda e consumo de bebidas estabelecidas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

De acordo com o diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), delegado Geraldo Eloi, os fechamentos ocorreram em todas as zonas da cidade, sendo 23 na Zona Norte, 20 na Zona Centro-Sul, 18 na Zona Sul, sete na Zona Oeste, seis na Zona Leste e cinco na Zona Centro-Oeste. Um homem identificado como Felipe Dionísio Rodrigues Ramos, 30, foi conduzido à sede da Polícia Federal, no Dom Pedro, após policiais civis encontrarem no carro modelo Kombi, que ele conduzia pela Zona Leste, “santinhos” de candidatos e receituários médicos em branco, assinados por profissionais.

Conforme o delegado, a ação contou com o efetivo de 133 servidores lotados em todas as seccionais. Também estiveram presentes na operação policiais civis que atuam nas especializadas e Distritos Integrados de Polícia (DIPs) das áreas de abrangência das respectivas seccionais.

“Esse trabalho de conscientização começou na última terça-feira, dia 27, quando estivemos em bares, lanchonetes e locais públicos da capital para informar que neste sábado, dia 1º, a partir das 22h, até as 18h de domingo, estaria proibida a venda e o consumo de bebidas alcoólicas por conta do pleito eleitoral municipal 2016. O objetivo da operação, que chamamos de “Lei Seca”, é reprimir os crimes eleitorais, fazendo valer o que foi determinado pelo TRE-AM. Hoje estivemos nas ruas para assegurar que as medidas fossem cumpridas”, explicou o diretor do DPM.

Segundo a Polícia Civil, 30 DIPs situados em Manaus irão funcionar 24h e neste domingo, especificamente, cinco delegados e dois investigadores estarão revezando os plantões no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC-AM), localizado na Avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul da cidade. 

Ainda neste domingo, dois delegados e dois escrivães da Polícia Civil do Amazonas irão reforçar, no período das 7h às 18h, a equipe que irá atuar no Juizado Especial Eleitoral do TRE-AM, no Centro Universitário Nilton Lins, situado no Conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores, zona Centro-Sul.    

Publicidade
Publicidade