Publicidade
Manaus
'Cavalo de Aço'

Operação recupera carros, prende cinco pessoas e apreende adolescente em Manaus

Além das prisões, 800 veículos e 31 bares foram fiscalizados entre a noite de sábado (21) e madrugada de domingo (22). Entre os presos está uma mulher suspeita de executar o marido 22/07/2018 às 15:57
Show presos
(Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus (AM)

Mais de 800 veículos e 31 bares foram fiscalizados na noite deste sábado (21) e madrugada de domingo (22), em Manaus, em nova etapa da operação "Cavalo de Aço". A ação resultou na prisão de cinco pessoas, a apreensão de um adolescente, uma arma de fogo calibre 32 e a recuperação de dois veículos roubados, sendo que em um dos casos os policiais evitaram que a dupla fizesse arrastões pela cidade.

A operação envolveu as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria Executiva Adjunta de Operações (SEAOP), Detran, Corregedoria Geral, Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada de Segurança (SEAGI).

Dos 31 bares abordados, dois foram notificados, quatro foram autuados e dois foram interditados. Durante a operação, policiais militares prenderam Joel Castro de Lima, 18, e um adolescente de 17 anos circulando com um veículo roubado e uma arma de fogo calibre 32, com cinco munições, sendo duas deflagradas. Eles foram presos no Nova Cidade, zona norte, enquanto planejavam fazer arrastões pela capital.

Na Avenida Max Teixeira, zona norte, policiais militares da Rocam prenderam em flagrante Cláudio Leandro das Chagas, 20, que dirigia um veículo roubado. No Jorge Teixeira, na Rua Laços de Amor, a polícia recebeu a informação de que haveria intenso tiroteio, no entanto, ocorria no local apenas uma briga de casal e um homem foi detido acusado de violência doméstica.

No Petrópolis, policiais da Força Tática prenderam Landell da Silva Aragão, 19, e Wenderson Perez Vasques, 22, com dez porções de cocaína e sete pedras de oxi.

Ao todo, foram abordadas 2.466 pessoas, entre a noite de sábado e madrugada de domingo nas barreiras montadas e nas incursões realizadas na operação.

Suspeita de homicídio

A viatura da 13ª da Companhia Interativa Comunitária (Cicom) prendeu, em flagrante, Missi Maçal da Silva, 53 anos, acusada de assassinar o marido Jorge de Assunção Vieira, 59, após uma briga em casa.

Segundo informações preliminares, os dois estariam bebendo quando começaram uma discussão e a briga. A vítima então recebeu um golpe de faca que atingiu a femural e levou o homem a óbito. O crime ocorreu na rua Bem-Te-Vi, Cidade de Deus, Zona Norte.

Publicidade
Publicidade