Publicidade
Manaus
SEGURANÇA

Operações policiais na AM-010 deixam viagens mais tranquilas, dizem moradores

Expectativa dos moradores é que, com o reforço na segurança, a onda de assaltos dê uma trégua 24/08/2016 às 22:26 - Atualizado em 25/08/2016 às 08:59
Show whatsapp image 2016 08 22 at 17.22.10
Moradores de comunidades na AM 010 afirmam que policiamento ‘afugentou’ criminosos que vinham agindo no local
Kelly Melo Manaus (AM)

Moradores que vivem ao longo da rodovia AM-010 (que liga Manaus a Rio Preto da Eva) relatam que a operação iniciada há uma semana pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) começa a apresentar resultados, reduzindo a insegurança, principalmente no percurso da linha 430, que sai do quilômetro 49 e vai até o centro de Manaus. 

Segundo eles, nos últimos meses foi registrada uma média de três assaltos por semana, o que deixou os usuários assustados. Agora, eles esperam que essa onda de assaltos dê uma “trégua”. 

A aposentada Dulce Marques, 60, mora na capital, mas frequentemente vai ao sítio dela, no quilômetro 53. Sempre que necessário, se desloca até a zona rural pela linha 430 e relata que muitas vezes ficou com medo de ser vítima de algum crime. “As pessoas sempre comentam que estava ocorrendo muitos assaltos nessa linha, mas hoje eu vi vários policiais ao longo da estrada e alguns deles pararam o ônibus para saber se estava tudo bem. Isso nos deixa mais tranquilos”, opinou. 

De acordo com a aposentada, os assaltos vinham acontecendo principalmente à noite, quando a escuridão da estrada favorece a ação dos criminosos.

O comerciante Rafael Meireles, 29, contou que desde que a polícia intensificou as ações de patrulhamento pela rodovia, os roubos diminuíram. “A gente espera que fique assim”, falou ele, após comentar que, no mês passado, um grupo de assaltantes invadiu  a linha 430 e levou toda a renda e pertences dos usuários. “Teve gente que chegou aqui até sem sapato porque eles levaram tudo”, disse. 

A dona de casa Raimunda da Cruz, 55, que mora no Km 91 da rodovia, no município de Rio Preto da Eva, contou que nunca presenciou nenhum assalto dentro do ônibus. No entanto, ela destacou que as ações da polícia dentro dos coletivos têm inibido os criminosos. Da mesma forma, pensa a dona de casa Marciane Ferreira Magalhães, 36, que também mora na AM-010. “Começou a fazer efeito sim, porque a situação estava bem complicada. Com eles vindo sempre e entrando nos ônibus, nós ficamos mais seguros”, afirmou. 

Já o caseiro Danis Ferreira Teixeira, que mora no ramal Água Preta, no Km 26 da rodovia, disse que o policiamento nem sempre é eficiente, mas espera que o cenário possa mudar daqui para frente. “Geralmente a polícia só aparece depois que o assalto acontece e o 430 é o que mais sofre com esses roubos. As pessoas andam com medo por aqui”, destacou.

Publicidade
Publicidade