Publicidade
Manaus
ESPERA CONTINUA

Orla da Manaus Moderna segue destruída após promessa de reforma da Prefeitura

Cenário é caótico, com muretas quebradas, se deteriorando com o tempo e sem qualquer manutenção. Projeto de revitalização foi orçado em R$ 950 mil 16/11/2018 às 20:01 - Atualizado em 17/11/2018 às 08:45
Show capturar 5b37a8f6 9529 4099 baad c2de81d70af1
Imagem mostra exemplo do estado de destruição da mureta da Manaus Moderna, no Centro da capital amazonense (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Álik Menezes Manaus (AM)

Com estrutura precária que coloca em risco a segurança de pedestres, a Orla da Manaus Moderna não faz jus ao nome há anos e segue sem nenhuma reforma. Logo na entrada, turistas e trabalhadores que desembarcam na capital amazonense veem o abandono e o descaso. Em julho de 2015, o prefeito Artur Neto lançou um projeto de lançamento de revitalização, orçado em R$ 950 mil, mas que até hoje não passou de promessas e não saiu do papel. 

“O cenário aqui é de abandono total. As muretas estão quebradas, se deteriorando com o tempo e não vemos que haja boa vontade em melhorar essa estrutura. Isso coloca em risco a vida das pessoas que caminham na calçada. É perigoso”, comentou a dona de casa Marlene Araújo, de 45, que fazia compras na movimentada Feira da Manaus Moderna.

Segundo ela, a situação tem piorado nos últimos meses pelo intenso fluxo de usuários de drogas e moradores de rua, que fazem barracos em cima das calçadas, o que obriga os pedestres a andarem pelas ruas, correndo mais risco ainda por conta do trânsito caótico. “Está uma bagunça grande. É muito perigoso andar por aqui, as calçadas estão tomadas por ‘donos’, as muretas que dariam uma segurança quase não existem mais”, disse a dona de casa.

Muretas quebradas, moradores de rua construindo barracos nas calçadas, usuários de drogas consumindo a qualquer hora do dia, escadas em má conservação são alguns dos problemas citados pelos frequentadores da orla. “Se for para elencar problemas, a gente passaria o dia todo aqui e ainda não dava para falar todos os problemas. Essa área precisa de uma ‘super’ força-tarefa”, disse o enfermeiro Mailon Mota, que costuma ir semanalmente à orla.

O carregador Alessandro Santos, de 36 anos, disse que sempre há um risco de acontecer acidentes devido às más condições das rampas e escadas que dão acesso à praia. “Já caí por causa de uma escada quebrada e já vi muitas outras pessoas se machucando por causa disso. São muitos amigos que estão assim, amigo. A gente está aqui todos os dias e não vemos  nenhum interesse nessa reforma aqui”, disse.

Outro lado

Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Manaus informou, por meio de nota, que a área da Manaus Moderna recebeu serviços de recuperação do pavimento, troca da iluminação, recuperação do passeio, troca dos guarda-corpos (muretas) e sinalização vertical e horizontal.

A obra foi oriunda de um convênio entre a prefeitura e a Caixa Econômica Federal, mas os recursos não foram liberados conforme acordo. Com isso, foi necessária a paralisação dos serviços no local. “Infelizmente, grande parte da área recuperada sofreu depredação por parte de alguns usuários, o que danificou o patrimônio público. A prefeitura aguarda a concretização de novo contrato de recursos para dar continuidade às ações na área”, conclui.

Publicidade
Publicidade