Sábado, 20 de Abril de 2019
publicidade
franciscamendes.JPG
publicidade
publicidade

SAÚDE

Paciente com aneurisma espera mais de três meses para fazer embolização em Manaus

Embolização é necessária para tratar o aneurisma. Segundo pacientes que aguardam internados para realizar o procedimento, hospitais afirmam que falta material e que há problemas em equipamentos


29/05/2018 às 04:15

Familiares de pacientes internados no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio que aguardam para fazer embolização – procedimento para tratar aneurisma – e no Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM) reclamam da demora para a realização do procedimento. As justificativas dadas nas unidades de saúde, de acordo com eles, são a falta de material e problemas no equipamento.

A mãe da dona de casa Denise Custódio Corrêa, 26, está no João Lúcio desde o dia 17 de fevereiro deste ano e sem previsão de quando vai poder fazer a embolização. A família está preocupada com a situação da matriarca Valdirene Custódio Corrêa, 47. “De lá para cá ela apareceu com diabetes, pressão alta e perdeu a visão do lado esquerdo e até agora não conseguiu fazer o procedimento. Ela se sente muito mal. Estamos sofrendo muito com tudo isso”, disse Denise. 

Ela contou que um mês após ser internada, a mãe foi levada para fazer embolização, chegou a ter a artéria femoral da perna cortada para a inserção de um cateter (pequeno tubo plástico), mas o procedimento não foi concluído porque não havia material. “Ela passou quase dois dias sem poder movimentar a perna. Depois disso, ela não fez mais nada. Quando vamos procurar informação, a resposta é: ‘vem amanhã’, ‘não tem material’, ‘a máquina está quebrada’ e fica nessa arrumação”, afirmou.

A esposa do mecânico Paulo Augusto Maia Peres, 30, é outra que precisa fazer embolização, mas não tem ideia de quando vai fazer o procedimento. Conforme Paulo, Ana Paula Castro Xaub, 40, foi internada no dia 5 de abril por conta de um aneurisma. “Vai para dois meses e não temos nenhuma resposta sobre quando ela vai fazer a embolização. Ninguém diz nada. Ficamos esperando a boa vontade deles. Isso nos preocupa muito porque a qualquer momento a situação dela pode se agravar”.

A técnica em radiologia Rosineiva Cardoso, 32, espera que o irmão Marco Antônio de Matos Cardoso, 35, faça a embolização nesta quarta-feira (28). Conforme ela, ele foi internado há mais de 40 dias com um quadro de aneurisma sacular cerebral, e sua situação se agravou nos últimos dias levando a família a pedir ajuda ao Ministério Público do Estado (MP-AM) na última sexta-feira (25). “No sábado, o médico passou com a gente e disse que tinha chegado material e que meu irmão ia começar a ser preparado para fazer o procedimento. Estamos na expectativa”, afirmou.

Fornecedor de materiais atrasou entrega, diz hospital

A direção do Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM) informou que as duas pacientes já passaram pelo procedimento de diagnóstico, realizado na unidade de saúde, no qual é identificado o tipo de lesão. A partir disso, são avaliadas as especificações para o tratamento e é feita a encomenda da fabricação de materiais exclusivos para o tipo de lesão de cada paciente. Por se tratar de um material feito sob medida, em São Paulo, o tempo de espera é maior.

“O material das duas pacientes tinha previsão de chegada para a última semana. No entanto, o fornecedor informou que teve dificuldade para embarcar devido à greve dos caminhoneiros. A previsão é de que os itens sejam entregues nesta semana. Assim que o material chegar a Manaus, as pacientes serão transferidas para o HUFM para a realização do procedimento. Elas apresentam quadro de saúde estável, estão conscientes e aguardam o procedimento com acompanhamento médico contínuo no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio”, diz em nota.

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) reforçou ainda que estes procedimentos são realizados no aparelho de hemodinâmica, que estava parado e entrou em operação assim que a atual gestão da Susam assumiu, em outubro de 2017. “O HUFM conta com duas hemodinâmicas, responsável também pela realização de arteriografia, implante de marca-passo e outros procedimentos cardiovasculares e neurológicos”.

publicidade
publicidade
Musical de Páscoa em igreja na Zona Sul aborda depressão e violência
Crianças vacinadas contra H1N1 no Amazonas precisam tomar a 2ª dose
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.