Terça-feira, 24 de Novembro de 2020
OCUPAÇÃO DAS UTIS

Pacientes com sequelas da Covid-19 ocupam maior parte dos leitos do Delphina Aziz

Segundo Wilson Lima, dos 90 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Delphina Aziz, aproximadamente 60% são ocupados por pacientes já curados da doença, mas que enfrentam sequelas



show_HPS-Deplphina-Aziz-divulgacao_7DFD4A71-AD73-4EA6-9654-151ED8AD49A8.jpg Foto: Arquivo/AC
27/10/2020 às 14:18

Após anunciar a prorrogação por mais 30 dias do decreto que realiza o fechamento dos bares e balneários no Amazonas durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (27), o governador do estado, Wilson Lima, declarou estar preocupado com a situação da disponibilidade de leitos do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz, unidade de referência ao tratamento de pacientes com casos de coronavírus no Amazonas.

Segundo Wilson Lima, dos 90 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Delphina Aziz, aproximadamente 60% dos leitos são ocupados por pacientes já curados da covid-19, mas sofrem com as sequelas da doença. Pacientes que, segundo o governador, estão internados há mais de quatro meses.



“Essa é uma situação importante a gente destacar. No Delphina Aziz temos 90 leitos de UTI. Desse total, aproximadamente 60% destes pacientes que não tem mais covid-19 mas que se recuperam das sequelas. Por exemplo, pacientes que tiveram seu quadro de diabetes agravado, um paciente que teve a questão renal comprometido. Tem paciente que tá há mais de quatro meses no Delphina e que precisa de um leito de UTI”, declarou Lima.

O governador do Amazonas, comentou ainda que está se reunindo com o governo federal para estudar formas de como serão realizadas as tratativas com estes pacientes específicos.

“Não tem como desospitalizar este paciente. Ai a gente enfrenta outros problemas que estamos discutindo com o governo federal. Porque no momento em que nos tiramos este paciente da UTI e colocamos na rede [de saúde], ele passa a não ser mais paciente covid-19. Este é o entendimento estamos tentando ter com o governo federal para saber como vamos fazer esse processo de desospitalização, de mudança desse paciente ou para um hospital de retarguarda ou para colocar ele na rede”, pontuou o governador.

De acordo com os dados do Boletim Diário da Covid-19, divulgado na segunda-feira (26) pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS), nas últimas 24 horas foram registrados a recuperação de 277 pacientes com covid-19, totalizando assim 134.453 recuperados pela doença no Amazonas.

Novo hospital de campanha

Questionado sobre a possibilidade da criação de um hospital de campanha que atenderá casos de covid-19 no Amazonas, Wilson Lima acredita que ainda não é necessário, porém não descarta essa possibilidade.

“A gente já começou a discutir. Mas é uma possibilidade que ainda vemos muito remota. Pode ser que aconteça, não descarto. Estamos estudando com o governo federal que em algum momento já havia oferecido para gente a possibilidade que houvesse um hospital de campanha montado pelos recursos federais. Então nós vislumbramos essa possibilidade, sim”, comentou o governador.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.