Quinta-feira, 06 de Maio de 2021
AMOR DE PAI

Pai raspa o cabelo em solidariedade à filha com câncer em Manaus

Atitude do vigilante Bruno Árias teve como objetivo levantar a autoestima da pequena Bruna, de apenas 5 anos de idade, que passa por tratamento de quimioterapia devido a uma leucemia recentemente diagnosticada



318ba772-9edc-4a40-b141-0b06ea1a3226_0D71C736-FE00-459B-B404-4A14DC9B5E29.jpg Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
15/06/2020 às 10:53

O vigilante Bruno Jacomely Árias, pai da pequena Bruna, de 5 anos, recentemente diagnosticada com leucemia, resolveu raspar o próprio cabelo, a fim de dar apoio emocional à própria filha, que está internada e passa por tratamento quimioterápico há quase dois meses, em uma Unidade Hospitalar de Manaus. O homem relatou à reportagem de A Crítica que teve a atitude a fim de levantar a autoestima da criança.

"Para ela não ficar se sentindo mal, para ela ficar mais à vontade, porque ela amava o cabelo dela [...] sabe esses negócios de mulher, né? Ela ficou se sentindo triste, aí eu raspei, pra ela se sentir melhor", desabafou o pai da criança, complementando que a pequena deverá passar, ainda, por uma 'minicirugia' - procedimento médico para aumentar o número de plaquetas no organismo dela.



A mãe de Bruna, a professora Regiane de Brito Árias, revelou a necessidade de um transplante de medula, e que possivelmente precisará de uma UTI Aérea, para a continuação do tratamento em São Paulo.

"Ela precisa de transplante de medula [...] Ainda é necessário fazermos a segunda fase do tratamento para remissão da medula [...] limpeza dos blastos. Dependemos da finalização desse bloco, para o encaminhamento à São Paulo, amparado pelo FTD [...] sem isso, não temos como custear. Ela precisa viajar de UTI Aérea, por conta da imunidade, que se encontra mínima", desabafou a mãe.

Amigos e familiares da criança realizaram uma vakinha na internet, que se finalizou no último domingo (14), como forma de angariarem recursos para custear o tratamento da garota, em outro Estado.

A vakinha teve encerramento no último domingo (14), no entanto, a família conseguiu arrecadar um valor aproximado a R$9 mil, que corresponde a 90% do total estipulado pelo site. O montante será utilizado, de acordo com Regiane, para custear os gastos da menina e dos pais - um deles será o doador da medula - em São Paulo.  

Para quem deseja fazer doações, é só entrar em contato com a mãe da criança, pelo telefone (92) 99119-8771. Doações podem ser feitas para a conta Ag: 320 C/C: 0595614-5 Bradesco, Regiane de Brito.

News fe58c969 f689 427d bdc3 fb9389c2f509 adee0aa5 fa35 42f7 850c 32125f8d473c
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.