Publicidade
Manaus
Manaus

Pais preferem dormir em frente a escolas do bairro para garantir aos filhos uma vaga perto de casa

Prazo para matrículas de alunos nas escolas públicas municipais e estaduais inicia hoje e vai até quinta (22). Pais e responsáveis, para assegurar vaga para os filhos em escolas próximas às casas deles, ‘madrugam’ em filas 19/01/2015 às 09:00
Show 1
Pais ficam até 24 horas nas filas, em frente às escolas, enfrentando sol e chuva
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Começa nesta segunda-feira (19) e vai até a próxima quinta-feira (22) o prazo para matrículas de novos alunos nas escolas públicas da rede municipal e estadual. Mais de 600 postos de matrículas estão disponíveis, mas, primeiro, é necessário realizar o cadastro no site www.matriculas.am.gov.br.

Embora as secretarias Estadual e Municipal de Educação tentem evitar as longas e sofríveis filas em frente às escolas, elas continuam. O cadastro pela internet ou presencial em qualquer unidade de ensino da cidade pode dar a garantia da vaga, mas não, exatamente, onde os pais do aluno desejam que seus filhos estudem.

Quem prefere arriscar, disponibiliza apenas o site www.matriculas.am.gov.br para que seja realizado o cadastro prévio, atendendo recomendação do titular da Secretaria de estado da Educação (Seduc), Rossieli Soares da Silva. “Este procedimento dará grande agilidade ao processo presencial, uma vez que ao procurar o atendimento, os dados do aluno já estarão no sistema, gerando maior rapidez ao processo”, explica o secretário.

No ato da matrícula, o aluno deve apresentar os seguintes documentos: comprovante de escolaridade atualizado, original e cópia da Certidão de Registro Civil, Certidão de Casamento ou Cédula de Identidade, (no caso de alunos do ensino médio é obrigatória a apresentação da certidão de nascimento e da cédula de identidade), original e cópia do CPF (obrigatório para os alunos do Ensino Médio), comprovante de residência (fatura de água, energia elétrica ou de telefone do último mês que anteceder a matrícula), cartão de vacinação e duas fotos 3X4 recentes.

Em caso de aluno portador de necessidade especial, deve-se apresentar atestado médico comprovando deficiência do aluno.

Para o ano letivo de 2015, a Semed acredita em um crescimento de 6,02% no número de alunos matriculados, chegando a 242.433 estudantes na rede municipal, dos quais 24.955 serão novatos. Porém, a rede municipal tem a capacidade de atender mais de 270 mil alunos. Já o Estado disponibilizará 512.743 vagas na capital e no interior, 10,4% a mais que em 2014. São 48.248 vagas para novos alunos.

As aulas da rede municipal de ensino iniciarão no dia 6 de fevereiro. Já o ano letivo para as escolas estaduais começam no dia 4 do mesmo mês.

Limite força sacrifício

De tanto ouvir casos de mães que fizeram o cadastro de matrícula pela internet e não conseguiram vaga na escola desejada, a industriaria Ronilda Nunes, 23, não quis arriscar. Moradora do bairro Armando Mendes, zona Leste, ela está desde as 13h de ontem (18) em frente ao Colégio Nilton Lima para garantir vaga ao seu filho de seis anos.

Mesmo assim, passar 19 horas enfrentando sol e chuva, até a abertura dos portões da escola na manhã de hoje não é garantia de vaga na escola desejada. Quando ela chegou, já havia 50 reservas de vagas á sua frente, algumas, marcadas por pessoas, outras por cadeiras.

Embora a Seduc e a Semed propaguem que o cadastro pela internet elimina a necessidade das filas, quem pretende matricular seus filhos próximo de casa podem se frustrar devido o limite de vagas. “Se eu não viesse, as vagas iam acabar e iam colocar meu filho em outra escola”, justifica Ronilda Nunes.

Publicidade
Publicidade