Quinta-feira, 20 de Junho de 2019
MANIFESTAÇÃO

Pais protestam contra novo calendário com aulas aos sábados e feriados

Pais de alunos do CMPM IV Áurea Pinheiro Braga, na Zona Leste, bloquearam rua na manhã desta segunda-feira (3)



3c220a30-b122-4922-8782-69671f7fda83_3BAD872E-D5FE-443A-B267-9BF07067BB07.jpg Foto: Divulgação
03/06/2019 às 10:32

Pais e mães de alunos do Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM IV) Áurea Pinheiro Braga, localizado no bairro Grande Vitória, Zona Leste de Manaus, realizaram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (3). Eles discordam do calendário de reposição de aulas divulgado pela Secretaria de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc) com aulas aos sábados e feriados.

O calendário foi repassado aos pais pela direção da escola. Ao todo, 19 dias serão acrescentados ao calendário de aulas, sendo quatro feriados e 11 sábados até dezembro deste ano. Além desses dias, o órgão anunciou que datas de planejamento dos professores também vão ser destinadas aos alunos para repor os 27 dias de greve da categoria.

Na manifestação, o grupo chegou a fechar a rua dos Açaizeiros, na Zona Leste, segurando cartazes criticando a decisão. A professora Ângela Barbosa é mãe de uma aluna da escola. Segundo ela, a maioria dos pais não concordou com a nova programação.

“Estávamos satisfeitos com o sexto tempo todos os dias, mas é um problema os sábados e feriados. Alguns já têm atividades nesse dia e são sabadistas, sem contar que seria um gasto a mais, porque tem aqueles pais que pagam condução escolar no transporte. Seria um custo maior”, explicou.

Conforme a professora, uma comissão foi criada e um abaixo-assinado vai ser produzido para ser levado à sede da Seduc.

A Seduc disse em nota que a proposta de calendário especial foi aprovada por unanimidade pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) na última quarta-feira (29). O órgão esclareceu que o calendário atende a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), de nº 9.394/1996, que determina o mínimo de 200 dias letivos de efetivo trabalho escolar, planejamento, recuperação e conselho de classe.

“O calendário começou a ser cumprido logo após o encerramento da grave na última semana por todas as escolas do ensino regular e também pelos colégios militares que atenderão em conformidade com a sua estrutura curricular. A secretaria lembra que a reposição será realizada em 11 sábados e quatro feriados, datas em que já estavam programadas para planejamento, recesso do meio do ano e acréscimo de cinco dias letivos em dezembro, visando evitar o prolongamento do calendário escolar até 2020”, disse em nota.

Receba Novidades

News neto bd12a5ae eda4 4207 9d84 b31319daf9e8
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.