Domingo, 17 de Novembro de 2019
Manaus

Papiloscopistas, agentes e escrivães da PF continuam em greve

Enquanto agentes, escrivães e papiloscopistas recusam recomposição salarial, reivindicando reestruturação de carreira e tabela salaria, delegados e policiais redoviários aceitam a proposta do governo.



1.jpg Policiais Federais paralisam atividades no Amazonas e pedem a saída do diretor geral da PF
29/08/2012 às 20:30

A greve dos policiais federais continua. Agentes, escrivães e papiloscopistas não aceitaram a proposta feita pelo governo de recomposição salarial das perdas inflacionárias de 15,8%, ainda reivindicando a reestruturação de carreira e da tabela salarial, de acordo com informações do site da Federação Nacional dos Policiais Federais.

Já os delegados da PF e os policiais rodoviários federais devem assinar o acordo, aceitando o índice oferecido pelo governo, dividido em três anos.

As propostas foram feitas na última terça-feira (28), durante reunião entre o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Marcos Vinício de Souza Wink, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.