Domingo, 15 de Setembro de 2019
SEGURANÇA

Vendedora se inspira em app e cria serviço de transporte exclusivo para mulheres

Apesar de ter começado há pouco tempo, a amazonense afirma que a iniciativa já fez sucesso entre o público feminino



29/12/2017 às 16:44

Zelando pela própria segurança e fugindo do risco de assédio nos serviços de transporte de carros, a vendedora Jamylli Oliveira decidiu oferecer para o público feminino em Manaus corridas personalizadas e seguras para mulheres. A jovem de 26 anos, que se inspirou no aplicativo “Lady Driver”, que funciona nas cidades de São Paulo e Guarulhos, conta que o serviço é exclusivo para elas, mulheres jovens, idosas, gestantes e mães com crianças no colo.

A vendedora afirma que começou a fazer as corridas exclusivas para mulheres há menos de uma semana, no último domingo (24), e recebeu até o momento 60 chamadas. "Meu interesse no início era fazer Uber, mas ouvi histórias sobre algumas chamadas em locais perigosos. Fiz uma pesquisa sobre um tipo de serviço que atendia apenas mulheres e encontrei o Lady Driver, mas ele ainda não funciona aqui em Manaus", destacou a vendedora.

Depois de não conseguir atrair clientes pelo aplicativo Lady Driver, a vendedora começou a realizar as corridas por conta própria. Ela utiliza outro software para contabilizar o preço dos trajetos das clientes. "Quis apostar nas corridas para garantir uma renda extra, mas tinha medo, porque quem faz esse serviço acaba trabalhando sozinho. A gente nunca sabe quem vai entrar no carro. Quando vi que o Lady Driver não funciona aqui, comecei a atuar por conta própria. Agora trabalho de uma forma confortável, atendendo só mulher", ressaltou.

Por conta do emprego como vendedora, Jamylli só consegue fazer as corridas em horários noturnos. Os serviços, segundo ela, são disponibilizados durante a semana de 18h30 às 00h, aos sábados de 14h até às 3h, e aos domingos, a partir das 6h às 0h. Quem quiser, é só agendar. "Eu trabalho em uma loja de motos pelo dia e à noite trabalho nas corridas. Os clientes fazem agendamento com 30 minutos de antecedência, para que eu não chegue atrasada por conta do trânsito. Nos dias da semana trabalho até meia-noite, mas dependendo do caso estendo um pouco o horário", explicou a jovem.

Alta procura


Postagem sobre o serviço “bombou” nas redes sociais

A motorista relata que ficou surpresa com a repercussão do serviço nas redes sociais. "Tinha pensado em compartilhar só com os meus amigos mais próximos, mas uma amiga acabou postando a arte nas redes sociais e desde lá tenho recebido vários pedidos de solicitação de amizade. Estou muito surpresa", confessou a jovem.

A vendedora contou que até a própria mãe dela decidiu ajudar e passar a fazer as corridas durante o dia enquanto ela  trabalha. O carro utilizado por elas atende, inclusive, exigências das clientes, como cadeirinhas de transporte para crianças. "Minha mãe está de férias e ela tem me ajudado nas corridas. Mas a procura tem sido muito grande. Desde quando divulguei nas redes sociais tenho recebido muitos agendamentos", contou Jamylli.

Aumento no serviço

Jamylli acredita que o serviço exclusivo para pessoas do sexo feminino deve inspirar novas mulheres a combaterem o assédio. "Essas ideias precisam ser amadurecidas, porque estamos enfrentando um momento que esses casos de assédio são muito atuais. Não podemos usar qualquer tipo de roupa, que nos julgam. Acredito que outras pessoas serão inspiradas com esse serviço, sim", destaca.

Para investir no crescimento do serviço, Jamylli afirma que pretende estender o serviço para amigas mais próximas. "Já recebi ligações de mulheres que querem entrar no Driver e estamos vendo. Quero sim ampliar as atividades. Mas só mulheres podem dirigir também", finalizou a jovem, aos risos. Os números de telefone para os agendamentos são (92) 98237-2250 e 99455-7909. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.