Publicidade
Manaus
TRANSPORTE PÚBLICO

Paralisação da empresa Eucatur prejudicou 200 mil pessoas, diz Sinetram

394 ônibus de 93 linhas que passam pelo Centro ficaram paralisados na região central de Manaus 21/11/2018 às 18:20
Show sinetram 89c58bb5 5982 4cda a894 7169cb769e1f
Foto: Antonio Lima
Lívia Anselmo Manaus (AM)

A paralisação de advertência de motoristas e cobradores da empresa Eucatur paralisou 394 ônibus na região central de Manaus e prejudicou 200 mil pessoas, segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram).

Ainda de acordo com o órgão, 394 ônibus de 93 linhas que passam pelo Centro ficaram paralisados na região. O assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges, informou que o sindicato não foi informado da paralisação.

“Vamos informar a justiça do trabalho sobre a paralisação irregular, para que as medidas cabíveis sejam aplicadas, já que houve descumprimento da lei de greves”, destacou.

À reportagem, a assessoria do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Manaus e no Amazonas (STTRM) disse que o presidente da entidade, Givancir Oliveira, se reuniu com a diretoria do Sinetram, que teria se comprometido em resolver o problema e por fim aos atrasos salariais na empresa Eucatur, onde motoristas e cobradores estão insatisfeitos. Assessoria do Sinetram, por sua vez, nega que tenha ocorrido tal encontro.  

“A conversa foi com os diretores que agora estão cientes do problema e se comprometeram de tratar diretamente com a empresa”, garantiu a assessoria.

Publicidade
Publicidade