Publicidade
Manaus
POLÍCIA

‘Parecia atentado terrorista’, diz morador de condomínio ‘destruído’ por motorista bêbado

Com sinais de embriaguez, o condutor do veículo perdeu controle da direção, bateu em 15 carros estacionados, derrubou postes e acabou preso em Manaus 11/06/2018 às 12:08 - Atualizado em 11/06/2018 às 15:35
Show carro
Foto: Divulgação
Oswaldo Neto Manaus (AM)

Um motorista identificado como Renato Bacal Rabelo, de 42 anos, foi preso na noite desse domingo (10), em Manaus, após bater o carro dele em pelo menos 15 veículos e destruir a área interna do condomínio Forest Hill, localizado no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte de Manaus. Moradores relatam terem vivido momentos de terror. “Era como se estivesse vivendo um atentado terrorista”, disse o síndico Gilmar Couto. O caso foi registrado no 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Segundo o síndico, Renato teria entrado no condomínio por volta de 12h50 como visitante. Por volta das 19h, o homem começou a fazer manobras nas ruas em alta velocidade com um veículo montadora Mitsubishi, modelo L200, cor escura e placas OAE-6900. Ele atingiu outros carros, derrubou dois postes e danificou diversos pontos do condomínio. O suspeito ainda avançou contra um parque de diversão infantil onde havia crianças, que foram retiradas do local pelos pais.

“Foi desesperador. Ele bateu em carros, destruiu o parque infantil e o material do condomínio, além de algumas casas. Algumas pessoas realmente sofreram tentativa de homicídio. Era uma coisa de filme de terror”, disse Gilmar.

Moradores chamaram a Polícia Militar e pelo menos seis viaturas compareceram ao local. O homem foi preso e após fazer um teste de alcoolemia foi constatada a embriaguez. “A pessoa não podia estar normal. Ele voou no parquinho das crianças. Uma pessoa normal teria parado, e ao invés de parar, ele metia a marcha e continuava destruindo tudo”, relatou o síndico.

Policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) prenderam o suspeito em flagrante e o levaram para o 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Ele vai responder por flagrante por homicídio tentado, dano e embriaguez ao volante. Visivelmente embriagado, o motorista não chegou a dar satisfações aos moradores, que segundo o síndico, cobram o ressarcimento dos prejuízos.

Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, o infrator será encaminhado para Audiência de Custódia, no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, Zona Sul.

Publicidade
Publicidade