Domingo, 13 de Outubro de 2019
Manaus

Passageiro de mototáxi executa outro mototaxista com oito tiros, na Colônia Santo Antônio

O suspeito teria esperado o mototaxista passar por um local com pouca iluminação para efetuar os disparos



1.jpg O crime tem características de execução, devido a quantidade de disparos
29/01/2015 às 16:23

Cerca de 13 mil mototaxistas, a maioria irregular, circulam em Manaus. Entre eles pode estar um condutor disfarçado de bandido. Na madrugada desta quinta-feira (28), um homem vestido com camisa de mototaxista deu apoio a um pistoleiro que executou com oito tiros um homem não identificado.

O crime ocorreu na rua Santa Marta, comunidade José Bonifácio, bairro Colônia Santo Antônio, Zona Norte da cidade. O crime tem características de execução, devido a quantidade de disparos. Somente na nuca da vítima foram seis tiros e dois nas costas. Segundo registro na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o autor dos disparos estava como passageiro da vítima.

O suspeito teria esperado o mototaxista passar por um local com pouca iluminação para efetuar os disparos. Quando atravessou a rua Santa Marta, o garupa efetuou oito disparos contra com a moto em movimento. O primeiro atingiu a nuca da vítima. Os dois caíram e o suspeito efetuou mais sete nele que ainda estava com o capacete na cabeça e outro no braço.

De acordo com um morador, que preferiu não se identificar com medo de represálias, um outro suspeito vestido de mototaxista estava esperando o comparsa na esquina da rua. Ele teria estacionado a motocicleta em um beco ao lado de uma casa e esperado pela execução. Em seguida fugiram. 

“Eu estava dormindo na hora, mas meu filho disse que tinha um mototaxista parado aqui perto de casa, mas ele não suspeitou porque ele estava com a camisa de mototáxi, mas depois viu o suspeito correndo e subindo na garupa desse cara”, relatou o morador.

Consta na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que, após a execução, testemunhas ouviram os suspeitos gritarem como se tivessem comemorando a morte do desafeto. A DEHS apura o crime, mas ainda não tinha iniciado a investigação porque a vítima não havia sido identificada.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.