Publicidade
Manaus
Manaus

Passageiros passam sufoco na hora de pegar ônibus em Manaus

O domingo exigiu muita paciência dos usuários de transporte público, que precisaram aguardar até uma hora e meia por um ônibus 15/07/2013 às 07:25
Show 1
No Terminal 5,no São José, Zona Leste, muita gente resolveu sentar na calçada para esperar pelo transporte, que eram raros
Olívia de Almeida ---

Apesar da calmaria nas ruas de Manaus, no último final de semana, quem costuma utilizar o transporte público sentiu dificuldade para chegar ao seu destino. Os usuários de diversos pontos da cidade reclamaram sobre a demora de ônibus, maior que nos outros finais de semana e disseram ter receio de uma nova paralisação prometida para esta segunda-feira (15) pelos rodoviários, que na sexta-feira, fecharam avenidas da capital, complicando o trânsito e a volta para casa dos passageiros.

Para a empregada doméstica, Maria Auxiliadora de Oliveira, que todos os finais de semana costuma pegar ônibus no terminal da Cidade Nova, Zona Norte, neste domingo (14), a demora do coletivo era o dobro dos outros dias. “Geralmente no domingo fico no máximo meia hora esperando o 352, mas hoje estou aqui há mais de uma hora, se acontecer outra greve, não sei como irei trabalhar amanhã”, disse.

Outra usuária que reclamou da demora dos ônibus foi a funcionária pública Socorro Duarte, que costuma, todos os domingos de manhã, ir de ônibus à igreja. “Hoje esperei uma hora para pegar um ônibus, sendo que, mesmo no final de semana, a linha 013 passa constantemente. Acabei não chegando a tempo de assistir a missa desde o começo”, apontou.

Já o industriário Francinildo Batista criticou as condições dos ônibus e estrutura dos terminais da cidade. Na opinião dele, falta manutenção dos veículos.

Há uma hora e meia a vendedora, Olgarina Costa, aguardava, no terminal da Cachoeirinha, Zona Sul, qualquer linha que fosse ao Centro da cidade. “Não sei se é porque é final de semana, mas desde ontem (sábado) está desse jeito, espero que amanhã também não esteja assim porque preciso ir trabalhar”, desabafou.

E essa era a mesma reclamação da universitária Carla Martins, que revela que geralmente não sente dificuldade de usar o transporte coletivo nos finais de semana. “Hoje a demora está bem maior que o normal, eu espero que não seja uma nova paralisação, porque na última tive que ir para o trabalho de táxi e não é sempre que temos esse dinheiro disponível”, declara.

De acordo com o presidente da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Pedro Carvalho, circulam em Manaus 1.424 ônibus, entretanto, no sábado essa frota é reduzida para 80% e, no domingo, para 60% em função da demanda. “Caso haja na cidade um evento no final de semana nós aumentamos o número de ônibus”, informou o titular da SMTU, que revela a partir de hoje o número de ônibus deverá aumentar para 1.470 devido a volta às aulas dos estudantes da capital amazonense.

Publicidade
Publicidade