Publicidade
Manaus
Cotidiano, Transporte Público, Transporte Coletivo, Ônibus, SMTU

Passageiros são obrigados a sair de ônibus, para o motorista abastecer coletivo

Episódio ocorreu na manhã desta quarta-feira (13), na linha 440, no bairro Cidade Nova, na Zona Leste de Manaus, onde em meio o trajeto o condutor do ônibus resolveu abastecer, revoltando os passageiros 13/03/2013 às 12:59
Show 1
Mesmo indignados passageiros aguardam motorista abastecer o coletivo, na estação da linha 440
acritica.com Manaus

Passageiros da linha 440, que faz o trajeto Cidade Nova – Centro, foram surpreendidos na manhã desta quarta-feira (13), por uma atitude inusitada do motorista do ônibus. Ao passar por frente da estação do coletivo, localizada no Núcleo 15, do bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus, o condutor do veículo pediu aos aproximadamente 40 passageiros, para que descessem, pois ele iria abastecer o ônibus.

“Ele passou uns 15 minutos mais ou menos abastecendo. Todo mundo desceu reclamando, e teve que esperar”, conta um dos passageiros que se encontrava na linha 440, mas preferiu não se identificar.

Segundo o passageiro, o coletivo sempre faz o mesmo trajeto, de passar pela estação final da Lina, mas nunca parou para abastecer.

Por conta do abastecimento, muitas pessoas tiveram atrasos nos seus compromissos.

Providências
A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), por meio de sua assessoria de comunicação informou ter sido comunicada pela empresa Líder – responsável pela linha 440 -, que nesta quarta-feira (13), houve uma falta de energia na empresa, fato este que comprometeu o abastecimento de combustível nos coletivos, operação eventualmente realizada durante a madrugada, dentro da garagem principal.

O abastecimento, conforme a SMTU, é feito antes dos coletivos saírem para cumprir as rotas.

No entanto, segundo a direção da Líder, não é correto abastecer o coletivo no ponto final, como foi relatado pelo usuário da linha 440. O fato será apurado.

Ainda de acordo com a SMTU, o órgão por enquanto não pode notificar a empresa, até que a apuração seja concluída.

Publicidade
Publicidade