Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020
GREVE

Passageiros sofrem com falta de ônibus nas paradas e terminais de Manaus

Rodoviários paralisaram atividades hoje (29) pedindo reajuste salarial. Segundo Sinetram, a partir das 9h30 cerca de 50% da frota já circulava nas ruas



1.jpg Foto: Euzivaldo Queiroz
29/05/2018 às 09:57

Passageiros sofreram com falta de ônibus nas paradas e terminais de Manaus na manhã desta terça-feira (29), durante a greve dos rodoviários, que pedem reajuste salarial. Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram), a partir das 9h30 de hoje cerca de 50% dos coletivos já circulavam nas ruas.

A manicure Marinalda Aguiar, 56, falou que não foi trabalhar porque acreditava que não estava rodando nenhum ônibus. “Fiquei esperando mais de uma hora e o ônibus não passou. Agora não vou mais para o trabalho. Mas concordo com a paralisação deles. Se é por melhorias tem que lutar mesmo”, disse. 



A estudante Tamires Marques, de 16 anos, estranhou o movimento na estação das linhas 442, 042, 418, no conjunto Oswaldo Frota, bairro Cidade Nova, Zona Norte. “Nem dia de sábado e domingo a estação fica vazia assim. É complicado, pois querendo ou não a população é muito prejudicada”, disse.

Nas primeiras horas da manhã, conforme o Sinetram, apenas 30% da frota circulava em Manaus, com aproximadamente de 400 coletivos. Às 9h30, cerca de 50% dos coletivos rodavam nas ruas, uma estimativa de 600 ônibus. Atualmente o transporte coletivo em Manaus funciona com nove empresas, 229 linhas e 1,3 mil ônibus.

Decisão

O TRT-11 acatou no último sábado (26) o pedido feito pelo Sinetram para que os rodoviários não realizassem greve no transporte coletivo nesta terça-feira (29). A categoria exige reajuste salarial com base na convenção de 2018/2019.

Na decisão, a desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 11º Região, Ruth Barbosa Sampaio, determinou em liminar que, em caso de descumprimento, o Sindicato dos Rodoviários fosse multado em R$ 30 mil por hora de paralisação, além da configuração do crime de desobediência. Por fim, a magistrada determinou o uso de forças policiais para cumprir a liminar.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.