Publicidade
Manaus
OBRA EM CALÇADA

Pedestres reclamam de tapumes colocados em obra no bairro Cidade Nova

Quem passa pelo local fala sobre a dificuldade de caminhar pela calçada devido a obra que já dura mais de 6 meses 26/07/2017 às 16:51 - Atualizado em 26/07/2017 às 16:53
Show 1252592
(Foto: Márcio Silva )
acritica.com Manaus (AM)

Desde o início desta semana, pedestres e moradores em torno do prédio do antigo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Cidade Nova, localizado na esquina da avenida Noel Nutels com a rua Cupuaçu, Zona Norte, afirmam passar por dificuldade para transitar nas calçadas por conta de tapumes colocados para uma obra nesta área que dura mais de 6 meses.

Conforme a vendedora Silvana Ataide Siqueira, 54, que trabalhava dentro do PAC há 5 anos, o prédio foi totalmente esvaziado no ano passado, pois iria passar por uma reforma. Quando foi no início do ano, deram início às obras, e há dois meses a reforma estava parada. Quando foi nesta semana, os operários colocaram os tapumes e retornaram às atividades, porém foi retirado boa parte da calçada dos pedestre.

A vendedora afirma que a situação é pior quase na esquina, onde há um buraco e, por conta disso, boa parte dos pedestres se veem obrigados a disputar um espaço entre os carros para poder transitar nesta parte do percurso. “Os tapumes poderiam ser colocados para mais próximo do prédio onde ocorre a obra, essa área é totalmente perigosa, com o pouco de calçada que ficou, os pedestres são obrigados a se arriscar quando precisam transitar por aqui”.

Assim como Silvana, a outra vendedora desta área, Lorena Goes de Moreira, 43, afirma que os tapumes tem posto em risco a vida da população que precisa andar por esta área. Ela reforçou que o resto de calçada deixada para os pedestre é totalmente perigosa, pois muitos carros passam desgovernado neste trecho e como não há uma distância da calçada, faltam levar as pessoas que estão a transitar.

O industriário André Oliveira, 32, que mora nas proximidades da obra, reclamou do pouco espaço para passagem na esquina das duas vias. “Como há um buraco bem na passagem, somos obrigados a andar neste trecho pela rua, aqui é perigoso, pois é um ponto cego aos motoristas.

Obra embargada

O Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) informou que ontem fiscais foram encaminhados até o local. A obra foi embargada e autuada, além de notificada para realizar o recuo imediato do tapume. O proprietário deve comparecer ao Implurb para apresentar as documentações necessária.

Publicidade
Publicidade