Publicidade
Manaus
Manaus

Pedestres transitam em meio aos entulhos e trânsito caótico na orla da Manaus Moderna

Comerciantes da área também reclamam da lentidão da obra de revitalização, orçada em cerca de R$ 955 mil e prevista para ser concluída em 180 dias 24/03/2015 às 13:39
Show 1
De acordo com pedestres que trafegam na orla da Manaus Moderna, entulhos ficam jogados na calçada por vários dias e teve pessoas que se machucaram nas ferragens das obras
Luana Carvalho Manaus (AM)

Entulhos e ferros expostos na calçada colocam em situação de perigo quem trafega pela orla da Manaus Moderna. Pedestres e comerciantes da área reclamam da lentidão da obra de revitalização do local e da grande quantidade de entulho descartado na via. Além disso, operários foram flagrados trabalhando sem equipamentos de segurança.

Operando britadeiras sem óculos de proteção, máscaras ou capacetes, os trabalhadores usam pedaços de pano no rosto enquanto quebram o antigo muro de proteção da orla, à mercê do desprendimento de fagulhas e partículas dos blocos.

Um dos operários que preferiu não ter o nome divulgado, disse que alguns dos trabalhadores não possuem registro na carteira de trabalho. A informação foi desmentida pelo encarregado da obra, Carlos Ezequiel Santana. “Todos os trabalhadores possuem a carteira assinada”, afirmou o encarregado.

Os comerciantes relatam que a reforma está sendo mal feita. “O que estão fazendo é uma baita de uma maquiagem. A obra está sendo mal feita e o entulho, que era para ser recolhidos no fim da tarde, fica na calçada durante dias. Várias pessoas já se machucaram nos ferros”, reclamou o agente de turismo, Nilson Alves.

Segundo ele, a tela de proteção foi instalada somente na última sexta-feira, depois de um acidente com uma criança. “Nós queremos ver a nossa orla bonita e decente para receber os turistas, mas não podemos nos calar diante de tantas irregularidades. Eles fizeram uma calçada que já está cheia de rachaduras. Não tem nada a ver com o que está no projeto”, completou Nilson, que também é membro da Associação das Agências de Passagens de Transporte Aquaviário do Amazonas (Ageptraam).

A vendedora Maria Eugênia Carneiro conta que já machucou a perna em um dos pedaço de ferro. “Eu estava passando e não vi os ferros no chão. Acabei me cortando. Também perdi uma sacola de frutas que arranhou nos ferros”, relatou.

Reforma

Uma parte da calçada foi reformada do início da feira da Manaus Moderna até o Porto de Manaus. De acordo com o técnico em edificações da Construtora Terra Andina, Carlos Ezequiel Santana, as obras da calçada, meio-fio e sarjeta foram concluídas. “Agora estamos na etapa do guarda-corpo (mureta de proteção)”. A empresa responsável pela obra é terceirizada.

Carlos informou, ainda, que a troca do asfalto está mais de 50% concluída. “As calçadas estão prontas, estamos aguardando apenas as palmeiras imperiais de mais de cinco metros de altura. O asfalto também está quase concluído, mas só podemos trabalhar à noite por causa do tráfego de veículos”, pontuou.

Prefeitura vai notificar a empresa responsável

“O que já era ruim, piorou durante o processo de revitalização”, reclamou o comerciante Nailson Costa, 58. Os veículos de passeio misturados aos caminhões de embarque e desembarque de mercadorias, somado ao entulho da obra aumentou o transtorno na orla da Manaus Moderna.

No último sábado, nenhum agente de trânsito estava no local para orientar os motoristas. “Esse lugar sempre foi um pesadelo. As calçadas sempre foram quebradas e difíceis para o pedestre andar. Eles reformaram uma parte, mas pedimos que pelo menos os ferros sejam retirados do nosso caminho para que não aconteçam acidentes”, clamou a dona de casa Fátima Soeiro.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) informou que irá notificar a empresa que está executando os serviços de infraestrutura na orla da Manaus Moderna, “para que cumpra todos os acordos contratuais, incluindo os equipamentos básicos para os 25 funcionários”. 

Projeto

A prefeitura de Manaus anunciou em fevereiro deste ano que o projeto contempla a recuperação de todo o pavimento asfáltico, a implantação de iluminação LED, um novo mobiliário urbano, faixas para pedestres com ponto de travessia elevado, sinalizações horizontais e verticais, restauração das calçadas com espaço mais amplo para passeio e instalação de guarda-corpo. A previsão para conclusão das obras foi de 180 dias. A revitalização da orla da Manaus Moderna custou aproximadamente R$ 955 mil.


Publicidade
Publicidade