Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Manaus

Pedreiro morre após ser baleado e família é agredida por suspeitos

A dupla invadiu a casa da família, agrediu o pai do pedreiro e ainda atirou contra um irmão que está internado em estado grave 


09/12/2013 às 09:20

O pedreiro Marivânio Magalhães Vieira, 32, morreu e o irmão, que não teve o nome revelado, está internado após serem agredidos e atingidos por tiros na noite deste domingo (8). O crime aconteceu na rua Bom Jardim, beco São Luís, bairro Novo Israel, na Zona Norte de Manaus, na casa onde os irmãos moravam. De acordo com a polícia, o pai das vítimas ainda chegou a ser agredido com coronhadas na cabeça pelos assassinos, que seriam traficantes do bairro.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil do Amazonas, testemunhas informaram para os policiais que o atirador e um comparsa foram até a casa de Marivânio e invadiram o local atrás do mesmo para cobrar uma dívida de drogas, tendo em vista que era usuário.

publicidade

A dupla encontrou o pai das vítimas e começaram agredi-lo, perguntando onde Marivânio estava. Após a agressão, os suspeitos foram até o quintal onde encontraram o pedreiro, também o agrediram e depois atiraram contra ele. O irmão da vítima viu a cena e tentou fugir, mas foi alcançado pelos assassinos. Ele foi atingido por tiros e está internado em estado grave no Hospital e Pronto Socorro Dr. João Lúcio.

O corpo de Marivânio foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) está investigando o caso.


publicidade
publicidade
Morte de cadela a pauladas é denunciada por protetores e Comissão
Corpo é encontrado no Distrito Industrial com bilhete: 'Devia o Tio Patinhas'
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.