Terça-feira, 21 de Maio de 2019
Manaus

Pena alternativa: Manaustrans faz a 1ª palestra do ano para envolvidos em crimes de trânsito

A ação faz parte do Termo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de Manaus e o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), que estabelece penas alternativas aos condutores encaminhados pela Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas (Vemepa)



1.jpg
Os principais infratores que compareceram são homens, jovens com a faixa etária que entre 20 até 48 anos de idade
15/01/2016 às 11:43

Motoristas obrigados a cumprimem penas alternativas por crimes de trânsito participaram, na manhã desta sexta-feira (15), no Fórum Henoch da Silva Reis, da primeira palestra de 2016 sobre comportamento do condutor, ministrada por um educador do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

A ação faz parte do Termo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de Manaus e o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), que estabelece penas alternativas aos condutores encaminhados pela Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas (Vemepa).

O termo determina que, além de ouvir as orientações do educador, os cumpridores de penas alternativas também devem prestar serviços comunitários determinados pela Vemepa.

Conscientização

De acordo com o palestrante Antônio Costa Neto, diretor de controle e gestão do Manaustrans, a palestra vai abordar principalmente a conscientização dos condutores que foram por algum motivo apenados no trânsito.


“O código penal brasileiro têm alguns crimes de trânsito que estão vinculados nos artigos 301 até o 306, como por exemplo dirigir o veículo embriagado ou entregar a condução do veículo a pessoa não habilitada. Tudo isso gera crime de trânsito. As penas alternativas trabalham a conscientização para que infrações cometidas pelos cumpridores da pena não possam tomar proporções maiores ”, explicou o palestrante.

Conforme informações de Costa Neto, os principais infratores que compareceram são homens, jovens com a faixa etária que entre 20 até 48 anos de idade.

De acordo com dados do Manaustrans, há algumas avenidas em Manaus que, por conta do fluxo intenso de carros, são  locais onde ocorrem mais acidentes de trânsito, isso em relação à gravidade do acidente. Entre elas estão as avenidas Cosme Ferreira, Altaz Mirim, Coronel Teixeira e Avenida do Turismo.

Durante o ano de 2015 o Manaustrans ministrou palestras para nove turmas de apenados, que totalizaram 357 participantes.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.