Publicidade
Manaus
EDUCAÇÃO

Período para transferências de alunos da rede pública no AM começa quarta-feira (9)

Procedimento deve ser feito no Portal Matrículas Amazonas, que recebeu mais de 60 mil cadastros até esta segunda-feira (7) 07/01/2019 às 17:18
Show sala de uala 4c7727e5 9b86 47ed 9a3b 4ba5af8413dd
Foto: Euzivaldo Queiroz/Arquivo AC
acritica.com* Manaus (AM)

O período de matrículas dos alunos que já estudam na rede pública de ensino e que desejam trocar de escola começa à zero da próxima quarta-feira (9). O procedimento deve ser feito no Portal Matrículas Amazonas, que recebeu mais de 60 mil cadastros até esta segunda-feira (7), segundo o Governo do Estado.

O cadastro é necessário para realizar a matrícula de novos alunos na rede pública de ensino e para aqueles que já estão matriculados, mas que desejam realizar transferência de escola. Em 2019, a estimativa é de 143.060 vagas ofertadas pelo Governo do Estado e 40.168 vagas pela Prefeitura de Manaus. As transferências poderão ser realizadas pelo site até o dia 13 de janeiro.

Nos dias 14 e 15 de janeiro, o sistema será liberado exclusivamente para a matrícula de alunos novos com deficiência. No dia 16 de janeiro, também à zero hora, tem início o período de matrícula de novos alunos, quando, historicamente, são registrados os maiores acessos pela procura de vagas.

Após realizar a reserva da vaga pelo Portal de Matrículas, os responsáveis têm até três dias úteis para entregar os documentos dos alunos na escola mais próxima de sua residência e, assim, concretizar a matrícula.

“Em 2018, os técnicos da Prodam registraram 20 mil acessos ao Portal da Matrícula nos primeiros cinco minutos após a liberação do sistema. Por isso, é importante que os responsáveis se adiantem e já realizem o cadastro no site”, explicou a supervisora dos sistemas de educação da empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam), Polyanna Wenze da Silva.

Cadastro

Os responsáveis devem realizar o cadastro no portal Matrículas Amazonas, inserindo nome, e-mail, CPF. Também é recomendável que o responsável faça o registro dos estudantes que serão matriculados para o ano letivo de 2019. Caso o aluno não seja da rede pública de ensino, o processo é igual. Primeiro o responsável se cadastra e, em seguida, faz o cadastro do estudante que está migrando da rede privada.

Para as escolas da rede pública estadual, a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc-AM) estima ofertar 10.215 vagas do 1º ao 5º ano do Ensino  Fundamental; 17.109 vagas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA); 50.841 vagas são para estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e 64.895 para o Ensino Médio.

*Com informações da assessoria de imprensa.

Publicidade
Publicidade