Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020
CONVIVÊNCIA

Pesquisa indica melhorias no convívio entre familiares na quarentena em Manaus

Realizada pela Action, a pesquisa mostra que 42% dos entrevistados melhoraram o convívio doméstico durante o período de isolamento social



f6a67d0e-cf81-40b1-91bd-9f3537886816_AC37262D-8544-4BC2-ACDE-3B1655F981E4.jpg Pastor Joenio Farias diz que o confinamento exige diálogo maduro e acabou aproximando ainda mais a família. Foto: Arquivo Pessoal
08/06/2020 às 11:23

Uma pesquisa de opinião sobre os efeitos do confinamento na rotina familiar, realizada com 742 pessoas com idade entre 16 a 70 anos que vivem na área urbana de Manaus, mostrou que o convívio doméstico manteve-se igual para 48,8% dos entrevistados, enquanto 42% constatou avanços nessa questão em graus diferentes (melhor ou muito melhor).

“Dentre os achados da pesquisa, este último dado foi o que mais chamou nossa atenção”, diz Afrânio Soares, diretor presidente da Action Pesquisas de Mercado, coordenadora do estudo realizado nos dias 15 e 16 de maio. Por meio de uma técnica estatística chamada análise fatorial, os pesquisadores identificaram uma correlação entre as atividades e atitudes desenvolvidas e a qualidade da interação.



Atividades como jardinagem e culinária, leitura e oração influenciaram na aproximação entre os membros. “É uma conclusão de que a gente já suspeitava, mas não havíamos medido a intensidade dessa relação”, afirma Afrânio.

O relacionamento piorou ou ficou estável para os entrevistados que, durante a quarentena, passaram a se dedicar de forma intensa ao trabalho doméstico, a dormir, assistir TV, acessar a internet, jogar videogame ou escutar música.

Conforme a pesquisa, 22,2% começou a fazer tarefas domésticas, limpeza, jardinagem e culinária neste período. Para 20%, não houve mudança na rotina, e 16,6% estão mais próximos de seus familiares.

A maioria (54,1%) está cumprindo parcialmente o isolamento social e executando suas tarefas profissionais dentro de casa. 24,7% saem para trabalhar diariamente e 18,5% estão seguindo à risca o isolamento social. 2,7% admitiram que mantém a mesma rotina de antes da pandemia.

Cada entrevistado representou uma família, e margem de erro da pesquisa é de 3,6% para mais ou para menos. O levantamento integra um estudo mais amplo desenvolvido pela empresa, que pretende avaliar ou monitorar as mudanças no comportamento das famílias diante das dificuldades impostas pela pandemia.

A crise sanitária intensificou problemas como desemprego e a falta de dinheiro, agora associados ao medo de contágio pelo novo coronavírus e o contato com familiares, amigos e colegas doentes. Esse contexto torna mais desafiadora a tarefa de reconhecer as necessidades individuais e nutrir um relacionamento isento de conflitos.

“No entanto, é justamente na turbulência que a resiliência familiar é construída. São nas pequenas vitórias, na forma de funcionar e nos aprendizados que a família teve ao longo de sua história que ela consegue ter mais musculatura para enfrentar as demandas e desafios do presente”, pondera o psicólogo Carlos Ramalho.

Na avaliação do especialista, as pessoas que se aproximaram da família neste período difícil mantém um postura de protagonismo diante das dificuldades que, inevitavelmente, vão enfrentar ao longo da vida, independente da origem do problema.

“As famílias mais protagonistas e realizadoras buscam fazer coisas juntas. Isso, além de proporcionar mais solidez aos laços familiares, amplia o senso de gratidão, bem estar e felicidade (sem falar da contribuição para o bom funcionamento do sistema imunológico)”, ressalta Ramalho.

Por outro lado, a preferência por atividades passivas, como assistir a noticiários por horas e jogar videogame, está relacionada a indivíduos que evitam assumir o protagonismo de suas vidas e aguardam uma resolução milagrosa dos problemas.

News d amorim 845c88c9 db97 48fa b585 f1c0cb967022
Repórter de Cidades
Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Além de A Crítica, já atuou em uma variedade de assessorias de imprensa e jornais, com ênfase na cobertura de Cidades e Cultura.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.