Publicidade
Manaus
Manaus

Pesquisa nacional revela que alunos do Amazonas superam metas de aprendizagem

Divulgados nesta semana, os dados foram obtidos com base no desempenho dos estudantes na Prova Brasil aplicada em 2011 (com resultado publicado no segundo semestre de 2012), e fazem parte do “De Olho nas Metas 2012” 07/03/2013 às 16:35
Show 1
Divulgados nesta semana, os dados foram obtidos com base no desempenho dos estudantes na Prova Brasil aplicada em 2011
acritica.com Manaus

Com 20,3% dos alunos do 3º ano do ensino médio registrando aprendizado em Língua Portuguesa adequado à série em que estudam o Amazonas superou em 8,1% a meta estabelecida pelo “Todos Pela Educação”, movimento da sociedade civil que acompanha, desde 2006, como vem se dando a evolução dos índices da educação brasileira. Mesmo com o dado positivo, a pesquisa aponta que mais de 120 mil alunos com idade entre 4 e 17 anos ainda estão fora da sala de aula no Estado.


Divulgados nesta semana, os dados foram obtidos com base no desempenho dos estudantes na Prova Brasil aplicada em 2011 (com resultado publicado no segundo semestre de 2012), e fazem parte do “De Olho nas Metas 2012”, o 5º relatório de monitoramento das cinco metas do Todos Pela Educação.

Todo aluno com aprendizado adequado ao seu ano é a 3ª meta estabelecida pelo Todos Pela Educação para o Brasil atingir até o ano de 2022. Para o Amazonas, o movimento estimou para 2011 uma meta de 12,2% dos alunos no ensino médio com conhecimento em Língua Portuguesa adequado para série que estão cursando.

Pelo relatório “De Olho nas Metas 2012”, em Língua Portuguesa, 12 Estados atingiram ou superaram as suas metas estabelecidas para 2011. Enquanto 15 ficaram abaixo. O Amazonas foi a unidade da federação que mais se destacou, ao não só atingir a meta, mas também superá-la em 8,1 pontos percentuais.


O secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, afirmou que a pesquisa indica que as medidas e os investimentos regionais em educação estão favorecendo a qualidade empregada no ensino. “Com os projetos que estão sendo executados estamos reforçando o aprendizado dos alunos e conseqüentemente elevando os indicadores do Estado no cenário nacional. São perceptíveis os avanços e a pesquisa – ao revelar que superamos em 8,1% as metas – é uma demonstração tangível desta realidade”, apontou Rossieli.     

Os alunos do 3º do ensino médio do Rio de Janeiro foram os que apresentaram melhor rendimento em Língua Portuguesa depois dos do Amazonas. Eles ultrapassaram em 5,6 pontos percentuais a meta estabelecida para aquele Estado em 2011 pelo Todos Pela Educação, que era de 32,5%.

Com relação ao desempenho em Matemática, a avaliação do movimento Todos Pela Educação é de que o cenário precisa melhorar em todo o Brasil. Segundo o relatório, nenhuma unidade da federação atingiu a meta estabelecida para 2011.

Apesar do quadro nacional ruim, o Amazonas mais uma vez se destacou, ao ser o Estado que ficou menos distante da meta, 3,4% apenas. A meta a ser atingida era 7,7%, e a alcançada foi 4,3%. O destaque negativo em Matemática ficou por conta dos alunos do Distrito Federal, que ficaram 18,1 pontos percentuais abaixo da meta, que era 33,9%.

Metas

O Todos Pela Educação é um movimento da sociedade civil, fundado em 2006, que defende como missão contribuir para a garantia do direito de todas as crianças e jovens brasileiros à Educação Básica de qualidade. O grupo traduziu esse objetivo em 5 metas, com prazo para atingidas até 2022, ano do bicentenário da Independência do Brasil.

 As 5 metas do Todos Pela Educação são: Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola (Meta 1); Toda criança plenamente alfabetizada ate os 8 anos (Meta 2); Todo aluno com aprendizado adequado ao seu ano (Meta 3); Todo jovem com ensino médio concluído até os 19 anos (Meta 4); e Investimento em educação ampliado e bem gerido (Meta 2).

 “De Olho nas Metas” e o relatório anual do Todos Pela Educação para o acompanhamento dos indicadores educacionais do País sobre atendimento escolar à população de 4 a 17 anos, alfabetização, desempenho dos alunos no ensino fundamental e médio, conclusão dos estudos e financiamento da educação.

Com informações da assessoria.


Publicidade
Publicidade