Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
INCLUSÃO

Pessoas com deficiência visual aprendem técnicas de massagem pelo Cetam

A finalidade das aulas é qualificar e ajudar a gerar emprego e renda por meio de parcerias com associações interessadas. A turma de 16 pessoas já está adquirindo conhecimentos teóricos e práticos no curso de 'Procedimentos de massagem terapêutica'



8_CB82E36B-1801-4306-BCFD-BFDE819137A7.jpg Foto: Divulgação
11/09/2019 às 15:47

Superação é o lema diário de membros da Associação dos Deficientes Visuais do Amazonas (Advam) que frequentam cursos de qualificação profissional ofertados pelo Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). A turma de 16 pessoas está adquirindo conhecimentos teóricos e práticos no curso de “Procedimentos de massagem terapêutica”, oferecido pelo projeto “Cetam no Terceiro Setor”. A finalidade das aulas é qualificar e ajudar a gerar emprego e renda por meio de parcerias com associações, igrejas e Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips).

A sala de aula fica na sede da Advam. Dentre os alunos, quatro possuem deficiência visual. O restante da turma é formado por familiares e moradores da comunidade. O instrutor do curso, Milton Moraes, é membro da Advam e possui baixa visão. Ele é professor há mais de dez anos, formado em Fisioterapia. “Sou pós-graduado em Ortopedia de Traumatologia”.

Segundo Milton, o curso tem ajudado muito os alunos que possuem limitação visual, promovendo melhora na qualidade de vida e independência financeira, trazendo a possiblidade de inserção no mercado de trabalho, formal ou informal, e até mesmo de virem a se tornar donos de seu próprio negócio.

As aulas do curso são ministradas de duas formas: a primeira é a teoria, na qual os alunos aprendem sobre a ética, profissionalismo, biossegurança e anatomia palpatória. A segunda forma é a aula prática, na qual os alunos põem em prática as técnicas já estudadas na teoria. Isso ocorre por meio de massagens em pessoas que se voluntariam, trazidas pelos estudantes.

Renda extra

O aposentado Moisés da Silva Barros, 65, é associado da Advam há sete anos e possui comprometimento total da visão devido ao glaucoma. O fato de ter perdido a visão não fez com que se acomodasse. Sempre praticou violão, canto e teclado, e agora tem na massagem mais uma ocupação. Moisés confessou que tem gostado das aulas e aprendido muito.

O aluno afirma que o curso também é um meio para obter renda extra e revela que já pensa em abrir o próprio negócio em parceria com a filha, que também está aprendendo as técnicas da massagem. “Por enquanto tenho a intenção de montar um ponto. Quero comprar mesa, cadeira e ir fazendo os procedimentos.”

Moisés pretende fazer outros cursos ofertados pelo Cetam, possivelmente na mesma área, e revelou que a turma está conversando com o professor Milton para que o mesmo lecione outras técnicas de massagem relaxante.  “Recomendo o curso. O instrutor tem uma excelente didática e transmite bem tudo o que sabe.”

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.