Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
Manaus

PF e Receita Federal realizam operação Guarda Volume e apreendem R$ 4 milhões de mercadorias

Ação da Polícia Federal e da Receita Federal  visa combater o contrabando e o descaminho de mercadorias, no Centro de Manaus, onde um antigo hotel da cidade serviria de depósito para estas mercadorias



1.jpg Ação da Polícia e da Receita Federal, no Centro de Manaus também conta com o apoio do Exército Brasileiro
06/03/2013 às 15:57

A Receita Federal e a Polícia Federal apreenderam R$ 4.317.000,00 em mercadorias durante a Operação "Guarda Volume" deflagrada nesta quarta-feira (06), para combater o contrabando e a pirataria na capital amazonense. A ação cumpriu 37 Mandados de Busca e Apreensão expedidos pela Justiça Federal/Am.

Ao todo, 40 estabelecimentos, entre lojas e depósitos suspeitos de serem clandestinos, foram fiscalizados. Desse total, nove estavam de acordo com as normas do fisco federal.

Segundo dados repassados pela Receita Federal, o trabalho, que se estenderá durante todo o dia, ainda deve continuar, pois alguns depósitos foram apenas lacrados e a remoção das mercadorias acontecerá em momento posterior.

Brinquedos, roupas e eletrônicos foram algumas das mercadorias apreendidas. Todo o material será encaminhado à Receita Federal para análise.

Os proprietários dos depósitos foram intimados a apresentar a documentação regular da mercadoria. Se comprovada a regularidade fiscal, a mercadoria será devolvida. Caso contrário, será dado perdimento à mercadoria, que poderá ser leiloada ou doada, posteriormente. Já a mercadoria falsificada será destruída. Os proprietários ainda podem ser alvo de representação fiscal para fins penais, junto ao Ministério Público.

A operação é resultado de uma investigação realizada pela Receita Federal e pela Polícia Federal, em que se verificou uma grande circulação de entrada e saída de mercadorias de um prédio no centro de Manaus, a qual revelou indícios da existência de depósito clandestino para mercadorias pirateadas ou importadas de forma irregular.

Durante essa investigação, foi constatado que esses locais serviriam de depósitos para lojas, principalmente importadoras, situadas no mesmo bairro. Algumas dessas lojas, inclusive, já apresentaram irregularidades durante fiscalizações anteriores. Após pesquisa mais apurada dos órgãos envolvidos, se percebeu que nenhum dos depósitos possuía inscrição estadual. Em fiscalização velada no local, foi possível detectar, ainda, a comercialização de confecções com forte indício de falsificação. Além disso, foram encontrados brinquedos com selo do Immetro com forte indício de falsificação.

Participaram da ação, 40 servidores da Receita Federal e 60 da Polícia Federal. A operação ainda teve o apoio do Exército Brasileiro.

*As informações são da assessoria de comunicação da Receita Federal em Manaus




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.