Quinta-feira, 04 de Junho de 2020
ECONOMIA

PIB do Amazonas registrou alta de 5,34% em 2019

De acordo com os estudos, o setor da Indústria totalizou um montante de R$ 7,939 bilhões, com participação de 29,53% no total do PIB do estado, e um crescimento de 5,24% no comparativo entre o quarto trimestre de 2019 e o quarto trimestre de 2018



DIVULGA__O_1_29F3F324-2148-45CD-A278-0419C572E316.jpg Foto: Divulgação
09/03/2020 às 15:50

O  Produto Interno Bruto (PIB) do Amazonas, no quarto trimestre de 2019, totalizou R$ 26,884 bilhões, em um crescimento nominal de 5,76% em relação ao quarto trimestre de 2018, e taxa de crescimento real de 1,39%, descontada a inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Em 2019, o PIB cresceu 5,34% (nominal) e 0,99% (real). Elaborado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estudo completo está disponível no site da Sedecti.
 
Na avaliação do secretário titular da Sedecti, Jório Veiga, a tendência positiva apontada pelos estudos deve ser mantida neste ano, a partir da execução de vários projetos em andamento voltados para a expansão do desenvolvimento econômico. Exemplo é o de implantação do Distrito Bio Agroindustrial da Amazônia – Polo Preto da Eva (Bio Darpe), uma ação intergovernamental entre aquele Município, Governo do Estado e Governo Federal, estimada em R$ 150 milhões, que deve gerar cerca de 10 mil empregos naquele município.
 
“O Governo está absolutamente focado na implementação de projetos que vão impulsionar fortemente o crescimento econômico como um todo”, complementou o secretário.
 
De acordo com os estudos da Sedecti, o setor da Indústria totalizou um montante de R$ 7,939 bilhões, com participação de 29,53% no total do PIB do estado, e um crescimento de 5,24% no comparativo entre o quarto trimestre de 2019 e o quarto trimestre de 2018. Entre as atividades econômicas deste setor, a Indústria de Transformação, que representa 80% do setor da Indústria do Estado, apresentou um crescimento de 7,18% na comparação do quarto trimestre de 2019 com o quarto trimestre de 2018.
 
As atividades que impulsionaram o crescimento com a maior expansão no volume de produção do período analisado foram: Impressão e reprodução de gravações, com 76,34%; Fabricação de máquinas e equipamentos, com 35,08%; e Fabricação de bebidas, com 23,40%, de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal do IBGE. No ano, o setor apresentou expansão de 4,83% na comparação com 2018.
 
Por outro lado, de acordo com o IBGE, a Indústria Extrativa teve redução de 3,95% no volume produzido, quando comparados os dados do 4º trimestre de 2019 com os do mesmo período de 2018. Essa queda é devida à diminuição da produção de petróleo no estado. Na composição do PIB, o setor da Indústria Extrativa apresentou o crescimento de 6,97% na comparação entre o quarto trimestre de 2019 e o de 2018, expansão essa devido ao aumento do dólar, dado que produtos como petróleo e gás natural são cotados nessa moeda.
 
O Setor de Serviço totalizou um valor de R$ 13,958 bilhões, tendo participação no PIB do estado de 51,92% e apresentando um crescimento de 6,88% na comparação entre o quarto trimestre de 2019 e o mesmo período de 2018. O crescimento se deve principalmente ao incremento no volume de vendas e na receita nominal do comércio varejista.
 
A Pesquisa Mensal do Comércio realizada pelo IBGE, indicou que o subsetor varejista alcançou um crescimento de 10,49% (volume de vendas) e 15,44% (receita nominal) na comparação com o quarto trimestre de 2018. Em 2019, o setor cresceu 6,46%, em comparação com o ano de 2018.
 
A Agropecuária apresentou um crescimento de 9,21% na comparação entre os quartos trimestres de 2019 e de 2018, saltando de R$ 1,778 bilhões, no quarto trimestre de 2018, para R$ 1,942 bilhões, no quarto trimestre de 2019. Esse crescimento deveu-se principalmente à expansão na produção da mandioca (58,11%), do milho (47%) e do arroz (19%) no período, de acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola do IBGE. Na análise do ano, o setor agropecuário alcançou crescimento de 8,77%, na comparação com 2018



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.