Publicidade
Manaus
ACIDENTE AÉREO

Piloto de aeronave que caiu em Manaus sobreviveu e foi levado para hospital

Clóvis Martiny, de 55 anos, foi socorrido e encaminhado em veículo particular para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, segundo a Secretaria de Saúde 22/05/2018 às 11:31 - Atualizado em 22/05/2018 às 12:39
Show cd1aa7c6 080e 4536 8218 28be4581742d
Foto: Winnetou Almeida
acritica.com Manaus (AM)

O piloto da aeronave que caiu na manhã desta terça-feira (22), em Manaus, sobreviveu, foi socorrido e levado em veículo particular para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam). Segundo o órgão, o homem foi identificado como Clóvis Martiny, de 55 anos.

“O paciente Clóvis Martiny, 55 anos, deu entrada no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, às 10h12 e está em atendimento”, divulgou a secretaria. “Ele chegou (à unidade de saúde) em veículo particular”. O estado de saúde do piloto não foi confirmado.

No local do acidente, uma área de mata nas proximidades do Aeroclube de Manaus, por trás da avenida Torquato Tapajós, bairro Flores, Zona Centro-Sul, as equipes do Corpo de Bombeiros não encontraram corpo humano entre os destroços. “Nos deparamos com a aeronave totalmente em chamas, mas não encontramos passageiros”, disse o major Helcio Cavalcante, dos bombeiros.

O avião que caiu é um Cessna 208B matrícula PT-FLW de propriedade da Amazonaves Táxi Aéreo. Segundo apuração do Portal A Crítica, a aeronave estava em situação regular junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Recorrente

Há exatamente três meses, no dia 22 de fevereiro deste ano, outro acidente aéreo ocorreu no mesmo no local deixando quatro mortos e uma pessoa gravemente ferida. A aeronave acidentada foi um monomotor Embraer EMB-720, de prefixo PT-VKR, que estava em situação regular junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

*Colaborou Vinícius Leal, Oswaldo Neto, Amanda Guimarães e Dante Graça

Publicidade
Publicidade