Publicidade
Manaus
SOBREVIVENTE

Piloto que sobreviveu a acidente aéreo em Manaus sofreu apenas um corte no rosto

Após tomografia, raio-x, e de ter levado três pontos na face, Clóvis Martiny, 55, foi transferido para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio 22/05/2018 às 13:09 - Atualizado em 22/05/2018 às 13:58
Show 48addbe7 393d 4d8e 83d8 d5a630dfa8da
Foto: Jair Araújo
Oswaldo Neto Manaus (AM)

O piloto Clóvis Martiny, de 55 anos, que sobreviveu ao acidente aéreo ocorrido na manhã de hoje (22), em Manaus, sofreu apenas um corte no rosto. Após fazer exames de tomografia e raio-x, e de ter levado três pontos na face, ele foi transferido do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto para o HPS João Lúcio.

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, Clóvis Martiny deu entrada no 28 de agosto às 10h12 para receber os primeiros atendimentos médicos. Como nenhuma lesão grave foi detectada nele, então, por volta das 12h40, ele foi transferido de maca, em uma ambulância, para o João Lúcio, onde deverá passar por exames neurológicos oferecidos

Nenhum familiar de Clóvis o acompanhava durante a transferência de unidade de saúde. Segundo informações divulgadas pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), o piloto chegou ao Hospital 28 de Agosto em um veículo particular, que seria do proprietário da empresa Amazonaves, onde era funcionário.

‘Experiência o salvou’

A aeronave Cessna 208B, de matrícula PT-FLW, caiu por volta das 9h40 de hoje (22) em uma área de mata por trás da avenida Torquato Tapajós, próximo ao Aeroclube de Manaus, no bairro Flores, Zona Centro-Sul da capital. O avião, de propriedade da Amazonaves Táxi Aéreo, estava regular junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Segundo o gerente de segurança operacional da Amazonaves Taxi Aéreo, João Tavares dos Santos, o piloto Clóvis Martiny só conseguiu sobreviver porque é um dos mais experientes da empresa. “Ele percebeu que o avião cairia e jogou a aeronave de uma forma que ele pudesse sair. Saiu do local com a bolsa pessoal dele, que todo piloto utiliza”, disse.

De acordo com a empresa, a aeronave chegou de São Gabriel da Cachoeira na noite desta segunda-feira (21) e foi para o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. Hoje pela manhã a aeronave estava sendo levada para o Aeroclube de Manaus, onde aguardaria o próximo voo agendado.  “Ficamos sabendo do acidente pelos nossos comandos e depois nos deslocamos para o local da ocorrência”, disse ele.

Publicidade
Publicidade