Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
Manaus

Pintor é assassinado com 20 facadas em um suposto acerto de contas por dívida de drogas

A vítima era usuária e o local onde foi morto é conhecido como área vermelha de venda e consumo de entorpecente, no bairro Amazonino Mendes, em Manaus



1.jpg
Segundo familiares, o pintor disse ter recebido ameaças de morte
12/01/2016 às 10:36

Com 20 facadas pelo corpo, o pintor Robecir Ferreira da Silva, 46, foi assassinado nesta madrugada (12) na rua 44 do bairro Amazonino Mendes, Zona Leste de Manaus. A suspeita é de acerto de contas por causa de dívida de drogas.

A vítima era usuária e o local onde foi morto é conhecido como área vermelha de venda e consumo de entorpecente. Eliana Ferreira, 53, irmã da vítima, afirmou à reportagem que Robecir era usuário e teria sido ameaçado de morte antes do natal.

“Ele chegou comigo antes do natal e disse que havia sido ameaçado por pessoas daquela rua e ele até me disse que não iria mais lá, mas acabou indo. Quando ele pegava dinheiro, ele comprava droga”, explicou.

Ainda segundo a irmã, Robecir havia parado de usar drogas e tinha até entrado na igreja onde frequenta o irmão e a mãe. “Ele estava na igreja, mas teve recaída. Pra quem está nessa vida é muito difícil de sair”, contou.

A vítima estava acompanhada de mais dois homens não identificados, que também seriam usuários de drogas, segundo consta no relatório do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Conforme laudo da perícia da Polícia Civil, os golpes atingiram costas, tórax, abdômen, pescoço, crânio e face da vítima. A suspeita é de que várias pessoas tenham cometido o crime. O caso será investigado pela DEHS.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.